Ramires, representando o Brasil, sente a dor da goleada da Alemanha na Copa do Mundo.

Desde criança minha família me apresentou o futebol como um refúgio do dia-a-dia, que se repetia como um ciclo infinito. Portanto, um dos eventos mais esperados por mim eram as Copas do Mundo, e esta, especialmente, trouxe o 7 x 1 entre Brasil e Alemanha que eu nunca iria esquecer. A expectativa não era apenas por ver 11 atletas representando o país onde vivo, nasci e fui criada, mas pelas sensações que este acontecimento me trazia. Desde a troca de figurinhas para completar o álbum da Copa até a pipoca que minha mãe fazia para ver o jogo, eram sensações únicas.

Mas como o esporte nem sempre é um mar de rosas – e, na verdade, as reviravoltas que ele possui são as coisas que realmente me impressionam -, todo o clima deste evento, que ocorre a cada quatro anos, mudou para os brasileiros em um fim de tarde de terça-feira, no Mineirão. Mais uma vez, o país parou para presenciar a seleção que nos representaria para o mundo – e, vale ressaltar, em solo brasileiro -, mesmo depois de passar por momentos desesperadores, como a lesão Neymar, um dos atletas mais importantes e idolatrados na época. O atacante havia sofrido uma fratura em sua vértebra, mas garantiu a classificação da seleção para a semifinal mesmo com o ocorrido.

A PARTIDA

O jogo se iniciara, e a nação estava, mais uma vez, unida pelo esporte. As cidades ficaram em silêncio, sem carros transitando nas ruas e sem movimentação de pessoas. Apenas o som da narração de Galvão Bueno ecoava. Até que, de um instante para o outro, tudo foi substituído pelos sons de choro causados pelo resultado melancólico que jamais cairia no esquecimento.

1° TEMPO

O primeiro gol desta partida histórica foi marcado aos 10′, por Thomas Müller. Momentos depois, aos 22′, Klose balançou as redes de Júlio Cesar. Mais um, mais um e mais um da Alemanha. Apenas no 1° tempo, a equipe alemã marcou cinco tentos na Seleção Brasileira, contando com as atuações de Müller, Klose, Kroos – este marcou dois gols consecutivos, sendo o primeiro aos 23′, e o segundo aos 25′ – e Khedira. Esses gols nos deixaram assustados como com flashes de câmeras fotográficas. Não apenas atônitos, mas com um machucado no coração de quem assistiu a partida ao vivo, e que nunca cicatrizaria.

Thomas Muller comemorando gol (Foto: AFP/Felipe Dana/Pool

2° TEMPO

Nesta etapa da partida, a Alemanha deu uma trégua à seleção mandante. Talvez por respeito à equipe brasileira, à grandeza de sua história e ao povo que foi tão acolhedor com a comissão alemã. Apesar da Alemanha diminuir o ritmo, o Brasil, já abalado pelos cinco gols que havia tomado no 1° tempo, continuou o jogo apenas torcendo para que o árbitro sinalizasse o fim da partida. A dor, que já estava grande, só aumentou. Mais gols da Alemanha. Schürrle marcou os últimos dois gols dos alemães, aos 23′ e aos 33′. O brasileiro Oscar fez o gol de misericórdia do Brasil aos 44′.

Oscar anotou o gol de honra (Foto: UOL)

O SENTIMENTO

O Brasil nunca imaginaria que um dia aquilo poderia acontecer com a maior seleção do mundo. Entretanto, a lembrança me é clara: ninguém acreditava no que havia acabado de acontecer. A nação chorava. Assim também, narradores e comentaristas de futebol não conseguiam nem ao menos imaginar o que poderiam comentar sobre o ocorrido. Com a seleção de Luiz Felipe Scolari, o Felipão, tudo no Brasil mudou. Com aquela derrota, as pessoas perderam a esperança de que melhores dias estariam pela frente. Assistir ao massacre do país do futebol ficaria gravado não apenas em nossas mentes e em nossos corações, mas na história.

MELHORES MOMENTOS

Foto destaque: Reprodução/Ricardo Matsukawa/Terra

Giulia Cavalheiro
Meu nome é Giulia Cavalheiro, tenho 18 anos e sou estudante de Jornalismo - 3° semestre da UFSM. No meio de uma confusão para decidir qual carreira seguiria na vida, juntei a minha paixão por escrever e pelo futebol para escolher qual caminho seguiria. De São Paulo, deixei tudo para trás e me mudei para o Rio Grande do Sul afim de seguir meu sonho no jornalismo.

Artigos Relacionados