Brasil vence a Venezuela e se recupera no Sul-Americano sub-20

Pelo Sul-Americano sub-20, realizado no Chile, o Brasil jogou contra a Venezuela, única invicta até então. Após o empate sem graça no primeiro jogo, a seleção Canarinha jogou melhor e conseguiu importante vitória. De quebra, tirou da Vinotinto a sequência positiva que vinha vivendo na competição. Rodrygo, jogador do Santos, assumiu a responsabilidade e fez excelente atuação.

1º Tempo

Precisando da vitória a todo custo, o Brasil viu a Venezuela tomar as ações do jogo nos primeiros minutos. Aos poucos, a equipe de Carlos Amadeu foi achando as suas oportunidades, mas quem assustou primeiro foi a Venezuela com Cristian Cásseres, em velocidade, chutando rasteiro para uma excelente defesa do goleiro Phelipe. Aos 35′, foi a vez do Brasil aparecer no ataque, mas de maneira efetiva. Rodrygo recebeu na entrada área, e em velocidade, chutou no cruzado, sem chances para o goleiro rival. A partir daí, a Vinotinto tentou uma pressão, e assustou na bola aérea com Hurtado, mas Phelipe garantiu o 1 x 0, até o intervalo.

2º Tempo

Na volta dos vestiários, a Venezuela tentou buscar o gol, mas os erros de passes e chutes, foram cruciais para que o Brasil não se incomodasse com as investidas rivais. Aos 37′, veio castigo pela falta de qualidade técnica venezuelana. Após boa jogada, Rodrygo recebeu na entrada da área, limpou o marcador e tocou com categoria no canto do goleiro, ampliando o marcador. Com o gol, a Vinotinto perdeu o impeto de ataque, e somente aos 45 minutos, Sosa cobrou falta próxima da área, firme, no contrapé do goleiro e diminuiu a vantagem brasileira, porém, foi tarde demais e o Brasil saiu com os três pontos.

E Agora?

A Venezuela, estagnou nos seis pontos, mesmo assim é líder do Grupo A. O Brasil, foi aos quatro, assumiu a segunda colocação do grupo – tem a mesma pontuação da Colômbia, mas leva vantagem no saldo de gols: (1 x 0). A seleção brasileira volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Chile, os donos da casa. A partida será realizada às 20h30 (horário de Brasília), novamente na cidade de Rancagua. Já os venezuelanos, entram em campo no mesmo, porém mais cedo 18h10 (horário de Brasília), contra a Bolívia.

Avatar
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados