O Bragantino Feminino, segundo o CEO da instituição, Thiago Scuro, deve surgir com um departamento completo. Contudo, as implementações devem vir à tona somente no ano de 2020. Com isso o time pensa não só em ampliar suas modalidades, mas na disputa de futuras competições. Ainda assim, o elenco deve se estabilizar fora de Bragança, por meio de união com terceiros.

https://twitter.com/MundinhoFf/status/1202054468864491520

A ideia do então CEO e diretor de futebol do Red Bull Bragantino é se utilizar da terceirização desses times, a fim de apressar o processo e economizar. Esse conceito vem dado muito certo com grande parte dos clubes até agora, como no caso de Corinthians, Avaí, Palmeiras e muitos outros. A união Corinthians-Audax, por exemplo, resultou em dois títulos nesse ano, a Libertadores e o Paulistão, além do vice-campeonato do Brasileirão Feminino A1. Por mais que tenha ocorrido a separação, boa parte do esqueleto daquele elenco tem base nessa junção anterior.

Por outro lado, sempre que essas uniões ocorrem, dificilmente os times que usam desse processo têm suas cedes juntas ao masculino. E, de forma geral, muitos deles usam essa implementação para poder competições internacionais. Isso porque a CBF começou a exigir que os clubes que disputarem esses campeonatos devem contar com times femininos. A intenção do órgão, como muitos enxergam, é de incentivar as mulheres na prática.

INVESTIMENTOS BRAGANTINO FEMININO

O Red Bull Bragantino, fusão entre o time de Bragança e a grande franquia de energéticos surgiu nesse ano. A parceria deu tão certo que o time levantou o caneco da Série B. Assim, a disputa da elite do futebol brasileiro renderá não somente mais renda de televisão, mas mais visibilidade. Sabendo disso, os dirigentes e superiores da franquia que financia a instituição decidiram investir. Desse modo, 2020 começará com tudo, com um investimento de praticamente 200 milhões no futebol.

Dessa maneira, um dos investimentos do clube será na modalidade feminina, já que a mesma teve muita visibilidade em suas competições nessa temporada. A ideia de expandir seus horizonte, inclusive com um futebol que integre a todos, independente do sexo, é ótima. Mas, é sempre necessário tomar cuidado com as decisões daqui para frente. Nenhuma mudança é repentina, então ter paciência e dar o respaldo da diretoria será fundamental para o crescimento. Além disso, é preciso entender que nem sempre o financeiro é o mais importante, então decisões precipitadas também podem atrapalhar.

Avatar
Glauber Nathan
Meu nome é Glauber Nathan, tenho 20 anos e sou estudante de jornalismo. O futebol entrou cedo na minha vida, e de lá para cá, respiro o esporte. Apesar de ser um fã assíduo do rádio, não perco a oportunidade de acompanhar qualquer jogo, independente do campeonato, divisão ou país. Entendo que o mais importante é entender e fazer os outros compreenderem a emoção do espetáculo chamado futebol.

Artigos Relacionados