Botafogo-SP  fará o segundo jogo das quartas de final do Brasileirão da Série C, contra Botafogo-PB, nesse domingo (26), às 19h, no Estádio Santa Cruz, na cidade de Ribeirão Preto-SP, casa do Pantera, que está em desvantagem por ter perdido no último domingo (19), por 1 x 0.

Botafogo-SP

Os jogadores do Botafogo voltaram aos treinamentos nesta terça-feira (21), focados na partida decisiva de domingo, diante do Botafogo (PB), Confiantes, mesmo tendo perdido na última partida para o adversário.  Antes do treinamento, o técnico Léo Condé reuniu os atletas e conversou bastante com o time, que para ficar com a vaga na Série B, o Pantera precisa vencer por dois gols ou mais de diferença, caso vença por um gol, a partida será decidida nos pênaltis. Será a missão do Pantera vencer essa partida na sua casa, que terá o apoio da sua grande torcida organizada.

(Reprodução/Internet)

Provável escalação: Tiago Cardoso; Marcos Martins, Carlos Henrique, Plínio e Daniel Vançan; Yuri, Léo Baiano e Everton Santos, Pimentinha, Felipe Augusto e Caio Dantas. Técnico: Léo Condé.

Botafogo-PB

O Botafogo-PB teve o seu primeiro dia de trabalho em solo paulista nesta quarta-feira, mantendo o foco mesmo tendo vencido o primeiro jogo de ida das quartas de final por 1 x 0, em João Pessoa, no último domingo (19).Como está na vantagem, Belo só precisa do empate para ficar com a vaga na semifinal e, consequentemente, garantir o acesso à Série B de 2019. Com a possível ausência do camisa 10, Marcos Aurélio, que na última partida machucou o tornozelo direito, o técnico Evaristo Piza terá que testar novos jogadores e esquemas táticos para essa rodada.

(Reprodução/Internet)

Provável escalação: Saulo, Gedeilson, Gladstone, Lula e Fábio Alves; Rogério, Hiroshi, Clayton, Rafael Jataí e Juninho; Leandro Kivel. Técnico: Evaristo Piza.

Retrospecto

Botafogo-PB venceu em casa o Botafogo-SP na primeira partida das quartas de finais do Brasileirão série C, por 1 x 0, com o gol do meia Cícero José.

Alexsander Vieira
Alexsander Vieira
Quando pequeno, pensava em trabalhar com o futebol, como jogador. Por situações não harmoniosas esse sonho se dissolveu, porém achei outra maneira de continuar no esporte. Foi com as mãos que decidi trabalhar, informar minha nação com os melhores acontecimentos, e sempre ter credibilidade no que passo à frente. Obs: 3 x 0 não é goleada.
http://www.radioprado.com.br

Artigos Relacionados