Botafogo vence o Atlético-MG

Botafogo e Atlético-MG se enfrentaram nesta quarta-feira (19), no estádio Nilton Santos. A partida foi válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro e o Alvinegro venceu por 2 x 1. A saber, Luiz Fernando e Caio Alexandre marcaram os gols do clube carioca. Enquanto Igor Rabello descontou para o Galo no último lance do segundo tempo.

1º TEMPO

O Galo assustou logo aos cinco minutos, com Guilherme Arana. Assim sendo, Hyoran tocou para o lateral, que chutou de primeira. Gatito fez boa defesa. No minuto seguinte, veio a resposta do Alvinegro, com Luis Henrique. Luiz Fernando cruzou para o atacante, que chutou. Similarmente, parou no goleiro adversário. Aos 13’, os mineiros tiveram outra oportunidade. Dessa vez em jogada que começou com Keno. Já que passou pela marcação e cruzou rasteiro. Antes que a bola chegasse em Marquinhos, Danilo Barcelos fez o corte.

Aos 24’, Hyoran cobrou escanteio e Junior Alonso cabeceou. No entanto, a bola bateu no travessão e foi para fora. Logo em seguida, aos 25’, o Glorioso abriu o placar, com Luiz Fernando. Dessa forma, Luis Henrique foi ao ataque e cruzou rasteiro. O goleiro Rafael fez a defesa. Mas, no rebote, o meia mandou para o fundo das redes. A fim de tentar o empate, aos 35’, após cobrança de escanteio, Marquinhos, do Galo, fez o desvio de cabeça. Entretanto, Gatito fez mais uma boa defesa. Posteriormente, o arqueiro do Botafogo trabalhou mais uma vez, aos 42’, em chute de Keno. Por fim, aos 46’, Luis Henrique tocou para Pedro Raul, que finalizou. Contudo, a bola foi para fora.

2º TEMPO

Logo aos dois minutos o Atlético teve a chance do empate, com Hyoran. Posto que Marquinhos cruzou rasteiro, a bola foi desviada e sobrou com o meia, que bateu para o gol. Todavia, mandou por cima. Aos cinco, o camisa 20 chutou de novo. Gatito salvou mais uma. O Botafogo tentou a resposta em seguida, com Luis Henrique. Entretanto, a bola bateu do lado de fora da rede. Aos 12’, após cruzamento na área, os jogadores do clube carioca pediram pênalti alegando bola na mão de Marrony na área. Mas o árbitro mandou seguir.

Aos 15’, mais uma boa chegada do Galo. Bruno Silva recebeu o passe e tentou o chute. Contudo, Barrandeguy apareceu e fez o corte. Posteriormente, aos 24’ o empate quase veio com Savarino. Visto que Bruno Silva avançou e cruzou na área. O atacante chutou de primeira e a bola bateu no travessão. Aos 31’, o Glorioso ampliou, com Bruno Nazário. Mas, após consulta ao VAR, o árbitro marcou toque de mão de Matheus Babi e anulou o gol. Aos 41’, o Botafogo marcou novamente, com Caio Alexandre. Em contra-ataque, Bruno Nazário cruzou para o volante, que balançou as redes. O Galo conseguiu diminuir aos 51’, com Igor Rabello. Assim, tivemos a chamada lei do ex. Já que o zagueiro teve passagem pelo Botafogo. Aliás, em respeito ao clube, não comemorou o gol.

E AGORA?

Com o resultado, o Botafogo chegou aos cinco pontos e agora é o sétimo colocado na tabela. Enquanto o Atlético-MG segue com nove pontos e foi ultrapassado pelo Internacional. Visto que os gaúchos golearam o Atlético-GO por 3 x 0.

Inclusive, o próximo compromisso do Galo é contra o Colorado, no sábado (22). A partida será no Beira-Rio, às 19h (horário de Brasília). Já o Alvinegro terá o clássico com o Flamengo no domingo (23), no Maracanã, às 11h. Os confrontos são válidos pela quinta rodada do Brasileirão.

MELHORES MOMENTOS

Foto destaque: Vitor Silva / BFR

Jéssica Albuquerque
Jéssica Albuquerque
Sou formada em Letras e atualmente curso Jornalismo. Sempre gostei de ler e de escrever, o que me levou a seguir nessas áreas.

Artigos Relacionados