O futebol feminino vê sua luta por espaço cada vez mais forte. Isso se reflete também na Frauen Bundesliga, que pode ganhar mais uma equipe num futuro próximo. Isso porque, o Borussia Dortmund iniciou, esta semana, uma pesquisa com seus sócios e torcedores sobre adicionar uma equipe feminina ao clube. A ação vem em resposta a críticas que o time alemão já recebeu por diversos setores, inclusive sua própria torcida, por não ter uma equipe feminina. Lembrando ainda que o Borussia Dortmund é o único clube europeu, entre os 17 maiores, a não ter o lado feminino.

Segundo a imprensa local, um time de mulheres aurinegras pode ser uma ação extremamente positiva para a equipe, que já esteve engajada em diversas causas. Isso considerando o impacto positivo que o clube teve na comunidade. Afinal, o Dortmund já defendeu inúmeras iniciativas de combate à atividade de extrema direita, racismo, anti-semitismo e sexismo. Além disso, pode ajudar a desenvolver ainda mais o futebol feminino na Alemanha, que recentemente já ganhou mais uma equipe: o Schalke 04. Outros clubes grandes da Bundesliga masculina, como Wolfsburg, Bayern de Munique e Bayer Leverkusen, já têm equipes femininas competindo na Frauen Bundesliga.

Aumento da visibilidade do futebol feminino na Alemanha

Alexandra Popp, a capitã do time feminino da Alemanha e fã assumida do Dortmund, já deu declaração em suas redes sociais favoráveis a um time feminino. “Seria bom se isso acontecesse e talvez eu pudesse terminar minha carreira com o clube que está no meu coração“, escreveu em seu Instagram. A declaração ocorreu após torcedores aurinegros levantaram a questão no final do ano passado. Durante uma partida contra o Paderborn, uma bandeira foi levantada na torcida com os dizeres: “O futebol é para todos – equipe feminina agora”.

A bandeira chamou muita atenção no país e virou comentário também na imprensa. Afinal, uma equipe feminina do Borussia Dormtund pode criar uma atmosfera em que a próxima geração de mulheres na cidade possa crescer sonhando em jogar pelo clube. Além disso, de acordo com a mulher que criou esse banner, que deu entrevista à DW, mas preferiu se manter anônima, esse sentimento de lealdade ao clube é parte do que torna uma equipe feminina tão necessária.

“Há muitas pessoas como eu que vão assistir futebol por causa do amor à camisa”, disse. “E acho que se houvesse um time feminino do Borussia Dortmund, as pessoas iriam aos jogos femininos agora porque é o clube deles. Eu sou fã do Borussia Dortmund, por que assistiria ao [clube feminino próximo] Essen, por exemplo?”

Borussia Dortmund pode atrapalhar outros times femininos?

Outra polêmica que envolve o clube aurinegro é o argumento de que um time feminino poderia tirar o prestígio de outras equipes locais, como o Essen. Isso porque, pessoas contrárias ao projeto afirmam que o Dormtund poderia atropelar algumas equipes bem estabelecidas na região. Porém, a própria imprensa alemã destaca que isso não seria um problema, afinal a equipe masculina já tem uma das maiores torcidas do país. Assim, provavelmente, esses fãs já não iriam se interessar por outras equipes rivais.

Mas, por enquanto, o sonho de uma equipe feminina está apenas m pesquisa. A diretoria do clube já tinha cedido entrevista à DW ano passado falando que a falta de equipe feminina seria por não ter uma tradição no futebol feminino. Lembrando que o clube tem outras modalidades além do futebol, e algumas são femininas. Além do mais, mesmo com os pedidos, muitos setores da muralha amarela ainda apresentam atitudes sexistas. Por exemplo, comentários pejorativos em relação às mulheres no futebol, como relata a torcedora anônima que iniciou a campanha pela equipe feminina.

“Mesmo quando estávamos exibindo a faixa de apoio, um torcedor zombou de que os homens estavam “jogando como mulheres”, porque o time estava em um empate em 3 x 3 contra o Paderborn”, relata.

Porém, a pressão por mais representatividade parece ter surtido um efeito maior. Afinal, o clube laçou esta pesquisa de opinião e deve levar o resultado para discussão interna. Por enquanto, ainda não se sabe o resultado. Mas, o que fica claro é que caso a equipe seja criada, será positivo para que as jovens tenham modelos de futebol feminino e não precisem se inspirar apenas em seus colegas masculinos. Para a torcedora líder da campanha de incentivo “Acho que ter modelos reais incentivará mais garotas a jogar. Elas não precisam sonhar em serem Marco Reus, agora podem sonhar em ser uma mulher que defende o Borussia Dortmund”.

Foto destaque: reprodução/Twitter/ O Goal 

Avatar
Carla Taíssa
Estudante de jornalismo, escritora e fotógrafa freelancer. Futebol, esportes de velocidade, futebol americano e basquete são suas paixões quando não está escrevendo ou viajando. Conheça suas fotos no Instagram @25springs.

Artigos Relacionados