Boca Juniors quer ampliar vantagem na Superliga

- A equipe xeneize conta com Tevez para continuar com folga na liderança

A 17ª rodada da Superliga Argentina de Futebol tem início nesta sexta-feira, com destaque para o confronto direto por vaga na Libertadores entre Godoy Cruz e Racing. No sábado, o River Plate visita o Vélez, partida que marca o reencontro de Lucas Pratto com ex-clube.

A rodada esquenta no domingo, com o clássico santafesino entre Unión e Colón, e com o líder Boca Juniors, de Carlitos Tévez, enfrentando o San Martín, em La Bombonera. A equipe Xeneize quer ampliar ainda mais a vantagem de nove pontos. E para fechar, na segunda-feira, o vice-líder Talleres pega o Argentinos Juniors. E o San Lorenzo, terceiro colocado, vai à La Plata para encarar o Gimnasia. Veja destaque do Campeonato Argentino.

Superliga Argentina – 17ª RODADA

23/02 – Sexta-feira

Olimpo x Arsenal de Sarandí – 19h

Duelo dos desesperados. A equipe do Olimpo recebe o Arsenal de Sarandí, no estádio Roberto Natalio Carminatti, na cidade de Bahía Blanca, ao sul da província de Buenos Aires. Os donos da casa estão na penúltima colocação, com nove pontos. Já el Arse é o lanterna, com oito pontos.

As duas equipes se enfrentaram 20 vezes na primeira divisão do campeonato argentino, com 11 vitórias para o Arsenal, três para o Olimpo e seis empates.

Luta para não cair. O rebaixamento na Superliga é feito pelo sistema de promédios, ou seja, as quatro equipes com a pior média de pontuação das últimas três temporadas caem. Para tanto, existe a tabela de promédios – que seria um campeonato à parte. Esse é um sistema que privilegia os clubes que já estão na elite da Superliga, dificultando para quem acabou de subir. Na tabela de promédio, o Olimpo é o 25º colocado, com 1.043, e o Arsenal é o 27º, com 967.

Huracán x Estudiantes – 19h

O Huracán joga em casa contra o Estudiantes, no estádio El Palacio, na cidade de Buenos Aires, e tem a chance de ultrapassar o seu rival, inclusive entrar no G5. El Globo vem fazendo uma campanha de respeito jogando diante da torcida. Em sete partidas em casa, foram quatro vitórias, dois empates e apenas uma derrota. O destaque do time é o atacante Ignacio Pusetto, com cinco gols marcados nessa Superliga.

Já o Estudiantes está invicto há quatro rodadas, com três triunfos e um empate. El Pincha entrou no G5 na rodada passada e se manter a regularidade na reta final pode garantir vaga na Libertadores de 2019. O jogador mais perigoso da equipe platense é o jovem atacante colombiano Juan Otero, que tem cinco tentos anotados.

El Pincha, 5º colocado, com 27 pontos, leva vantagem no confronto contra el Globo, 10º, com 25 pontos. Na elite do Argentino, o Estudiantes venceu 60 vezes, o Huracán ganhou 42 e houve 42 empates.

Godoy Cruz x Racing – 21h15

Confronto direto por vaga na Libertadores. A surpresa da Superliga, o Godoy Cruz, enfrenta o Racing, no estádio Malvinas Argentinas, na cidade de Mendoza. El Tomba é o quarto colocado, com 28 pontos, e vai contar com o artilheiro uruguaio Santiago Morro García, que tem oito gols. Já la Academia está na nona posição, com 25 pontos, e vai para cima com a dupla Lautaro Martínez e Ricardo Centurión que vem dando certo.

Na primeira divisão, as duas equipes jogaram 19 partidas. O Racing está na frente com 10 vitórias, o Godoy Cruz tem cinco triunfos e houve quatro empates.

Foto: Godoy Cruz

24/02 – Sábado

Defensa y Justicia x Patronato – 17h

O Defensa y Justicia recebe o Patronato, no estádio Norberto Tomaghello, na cidade de Florencio Varela, na província de Buenos Aires. A partida é um confronto direto na tabela, podendo valer ingresso entre os 11 primeiros que vão à Sul-Americana de 2019.

O Defensa está na 16ª posição, com 22 pontos, e vem de um empate diante do Tigre fora de casa na rodada passada. El Halcón vai apostar no artilheiro Nicolás Fernandez que tem 8 tentos nessa Superliga – apesar que Fernandez no último jogo perdeu um gol inacreditável sem goleiro. Já o Patronato é o 14º, com 23 pontos, e está confiante depois de fazer 3 a 0 em cima do Chacarita. As duas equipes se enfrentaram apenas uma vez na primeira divisão. Foi na temporada 2016/2017, e el Patrón venceu por 2 a 1, na casa do el Halcón.

Lanús x Rosário Central – 17h

O Lanús tem uma tarefa difícil: parar o embalado Rosário Central. El Granate vai contar com o apoio da torcida, no estádio La Fortaleza, na província de Buenos Aires, para tentar melhorar a situação na Superliga. O Lanús é o 22º colocado, com 18 pontos, e vem de derrota para o Racing por 3 a 1. O atacante Lautaro Acosta é a referência dos jovens jogadores do time grená.

O Rosário Central aplicou uma goleada de 5 a 0 sobre o Olimpo e vem com moral alta. El Canalla está numa crescente e encostou nos 11 primeiros. Os rosarinos estão na 15º colocação, com 23 pontos, a dois do Belgrano, que é o 11º. De olho nas jovens promessas: Andrés Lioi, Joel López Pissano e Maximiliano Lovera. Lanús e Central jogaram 97 vezes entre si. Foram 36 vitórias para os canalhas, 34 para el Granate e 27 empates.

Foto: Diário AS

Vélez Sarsfield x River Plate – 19h15

O Vélez joga contra o River Plate, no estádio José Amalfitani, em Buenos Aires, e precisa vencer para se distanciar da zona da degola. El Fortín é o 21º colocado, com 18 pontos, mas na tabela de promédios é o primeiro fora da zona do rebaixamento, com 1.173.

Já o River Plate se encontra na 19ª posição, com 19 pontos, e não corre risco de cair. No sistema de promédios, os millonarios estão na nona colocação, com 1.543. O River empatou por 2 a 2, com o Godoy Cruz, em Monumental de Nuñez, na rodada passada. A partida foi marcada pelos erros de arbitragem e a torcida gritando contra o presidente da Argentina, Mauricio Macri.

Os dois clubes já se enfrentaram 178 vezes na elite do campeonato argentino. O River ganhou 86 vezes, o Vélez venceu 48 e houve 44 empates.

Lei do ex. Lucas Pratto já jogou no Vélez, de 2012 a 2014, e marcou 43 gols. Agora, com a camisa do River Plate, Pratto vai reencontrar os torcedores do el Fortín e poderá fazer valer a ‘lei do ex’. Detalhe, o atacante fez seu primeiro gol pelo River no empate por 2 a 2 contra o Godoy Cruz. Pratto vai começar como titular novamente e pode vir mais motivado para o duelo diante do Vélez.

Atlético Tucumán x Tigre – 21h30

De olho nos 11 primeiros, o Atlético Tucumán duela contra o Tigre, no estádio Monumental de José Fierro, em San Miguel de Tucumán, capital da província de Tucumán, no Noroeste Argentino. El Decano é o 12º colocado, com 24 pontos, apenas a um ponto do Belgrano, que é o 11º.

Já o Tigre segue lutando para se distanciar da zona de descenso. El Matador de Victoria é o 24º colocado, com 13 pontos, e o 22º na tabela de promédios, com 1.195. Sendo que o primeiro da zona da degola é o Olimpo, 25º, com 1.043.

Tucumán e Tigre fizeram apenas quatro partidas na primeira divisão. El Matador de Victoria venceu duas, el Decano ganhou uma e teve um empate.

25/02 – Domingo

Chacarita x Belgrano – 17h

Sem luz no fim do túnel, o Chacarita está praticamente rebaixado e pega um Belgrano que sonha com vaga na Libertadores. A partida acontece no estádio Chacarita Juniors, na cidade de General San Martín, província de Buenos Aires.

El Funebrero é o lanterna na tabela de descenso, com promédio de 0.750. Já o Belgrano é o 11º colocado, com 25 pontos, dois a menos que o Estudiantes, quinto colocado. No duelo entre os dois clubes na primeira divisão, são quatro vitórias para cada lado e três empates.

Independiente x Banfield – 17 h

O Independiente encara o Banfield, no estádio Libertadores da América, na cidade de Avellaneda, em Buenos Aires. El Diablo Rojo volta a focar na Superliga após ser vice-campeão da Recopa Sul-Americana contra o Grêmio. O time do técnico Ariel Holan é o sétimo colocado, com 26 pontos, e tem um jogo pendente diante do San Lorenzo (04/04).

O Banfield também volta a atenção para a Superliga, depois de ser eliminado da pré-libertadores pelo Nacional do Uruguai. El Taladro está na 18ª posição, com 19 pontos. As duas equipes se encontraram 94 vezes na elite do Argentino. O Independiente venceu 41 vezes, o Banfield triunfou 27 e houve 26 empates.

Unión de Santa Fé x Colón de Santa Fé – 19h15

Unión e Colón fazem o clássico santafesino, no estádio 15 de Abril, na cidade de Santa Fé, num confronto direto por vaga na Libertadores. El Tatengue o é sexto colocado, com 26 pontos, e joga diante da torcida. Já el Sabalero é o oitavo colocado, também com 26 pontos.

O histórico de duelos entre os dois é bem parelho. Foram 52 partidas, sendo que o Unión venceu 15 vezes, o Colón ganhou 13 e teve 24 empates.

Foto: Futebol Portenho

Boca Juniors x San Martín de San Juan – 21h30

Diante da torcida xeneize, o líder Boca Juniors recebe o San Martín, em La Bombonera, na cidade de Buenos Aires. A equipe Azul y Oro tem 40 pontos, nove a mais do que o segundo e o terceiro colocados, Talleres e San Lorenzo. Detalhe, nas últimas seis partidas da Superliga, o Boca venceu cinco e empatou uma.

el Santo está na 17ª posição, com 22 pontos, e almeja encostar na zona de classificação para a Sul-Americana de 2019. O time Verdniegro tem seis vitórias, seis derrotas e quatro empates até o momento na Superliga.

O Boca deve ir com a mesma equipe que superou o Banfield por 1 a 0, fora de casa. O técnico Schelotto provavelmente vai manter Tevez atuando como 9. Carlitos em quatro partidas fez dois gols e deu uma assistência, e segue com esperança de ser convocado por Jorge Sampaoli. Edwin Cardona aberto pela esquerda e Cristian Pavón pela direita. No meio, Emanuel Reynoso, Wilmar Barrios e Nahitan Nández. Nas laterais, Frank Fabra e Leonardo Lara. Na zaga, Lisandro Magallán e Paolo Goltz. E para fechar, Augustin Rossi no gol.

Boca Juniors e San Martín se enfrentaram 11 vezes na elite do futebol argentino. O Xeneize triunfou sete vezes, el Santo ganhou uma e teve três empates.

Foto: Boca Juniors

26/02 – Segunda-feira

Newell’s Old Boys x Temperley – 19h

O Newell’s Old Boys joga contra o Temperley, no estádio Marcelo Bielsa, na cidade de Rosário, província de Santa Fé. La Lepra está na 23ª colocação, com 13 pontos. Vale lembrar que os rosarinos perderam três pontos por atrasos no pagamento de salários de jogadores. Foi a primeira vez que a AFA puniu um time por essas questões.

El Gasolero é o 25º colocado, com 13 pontos, e luta desesperadamente para não cair. Na tabela de descenso, o Temperley tem promédio de 1.043, e hoje estaria rebaixado. Newell’s e Temperley se encontraram 20 vezes na primeira divisão. Foram oito vitórias para el Gasolero, quatro para os leprosos e teve oito empates.

Talleres x Argentinos Juniors – 19h

O vice-líder Talleres duela contra o Argentinos Juniors, no estádio Mario Alberto Kempes, na cidade de Córdoba. La T tem 31 pontos e precisa triunfar para tentar diminuir a diferença para o líder Boca, que tem 40 pontos. Já el Bicho Colorado está na 13ª posição, com 24 pontos, e objetiva figurar entre os 11 primeiros.

As duas equipes jogaram 46 vezes entre si na elite do Argentino. Os colorados venceram 19 vezes, o Talleres ganhou 15 e houve 12 empates.

Foto: Club Talleres

Gimnasia de La Plata x San Lorenzo – 21h15

O Gimnasia vai pegar o San Lorenzo, no estádio del Bosque, na cidade de La Plata, capital da província de Buenos Aires. Não vai ser uma tarefa fácil para el Lobo, que é o 20º colocado, com 18 pontos, já que o San Lorenzo, terceiro colocado, 31 pontos, segue na caça ao líder Boca Juniors.

El Ciclón tem um jogo pendente contra o Independiente, que acontece no dia 04 de abril, fora de casa, em Avellaneda. Se os cuervos vencerem o Gimnasia e el Diablo Rojo, chegam a 37 pontos. O Boca hoje tem 40.

Gimnasia e San Lorenzo se enfrentaram 150 vezes na primeira divisão. Foram 75 vitórias para el Ciclón, 36 para el Lobo e teve 39 empates.

Foto: San Lorenzo

[soccer-info id='12' type='table' /]

Vitor Hugo Souza

Sobre Vitor Hugo Souza

Vitor Hugo Souza já escreveu 61 posts nesse site..

Futebol é legal. Jornalismo também. Então, faz as contas ⚽��❤ Sou Vitor Hugo Souza, jornalista formado, eterno jogador do “10 minutos ou dois gols”, e em busca da onda perfeita. Chuteiras nos gramados, jogos decisivos, golaços, dribles, time do coração, bastidores, torcida, emoção, tudo isso mexe com o imaginário. Mais do que um esporte, é futebol na veia.

BetWarrior


Poliesportiva


Vitor Hugo Souza
Vitor Hugo Souza
Futebol é legal. Jornalismo também. Então, faz as contas ⚽��❤ Sou Vitor Hugo Souza, jornalista formado, eterno jogador do “10 minutos ou dois gols”, e em busca da onda perfeita. Chuteiras nos gramados, jogos decisivos, golaços, dribles, time do coração, bastidores, torcida, emoção, tudo isso mexe com o imaginário. Mais do que um esporte, é futebol na veia.

    Artigos Relacionados

    Topo