Boca Juniors aguarda contato por Cristian Pavón

Os dirigentes do Boca Juniors aguardam representantes do LA Galaxy (EUA) para negociar os próximos passos de Cristian Pavón. O atacante defende o escudo estadunidense desde agosto de 2018, mas o contrato acaba em dezembro desse ano. Dessa forma, fica a critério dos norte-americanos optar, ou não, por utilizar a cláusula de compra prevista no acordo.

O atleta foi muito utilizado na Major League Soccer e somou mais de 3 mil minutos em 34 partidas. Apesar de ter contribuído com 14 gols e 9 assistências, a equipe do argentino não teve um bom desempenho na competição. Dessa forma, o time não se classificou para série final do campeonato, que promove confrontos entre os oito primeiros colocados de cada “chave”.

Xeneizes vão à justiça contra Daniel Angelici

Os entraves na transferência de Cristian Pavón não se restringem aos campos de futebol. A equipe jurídica do Boca Juniors formalizou um processo no Juzgado Nacional e na Fiscalía Nacional contra a gestão de Daniel Angelici. Dessa forma, o ex-presidente xeneize e da Federação Argentina de Futebol vai precisar explicar as movimentações financeiras que participou.

A equipe de Buenos Aires alega que 3 milhões de dólares foram pagos ao Talleres indevidamente, visto que o atacante ainda não foi vendido. Depois, destacam: “Isso aconteceu quando Pavón estava na Copa do Mundo na Rússia e era uma das estrelas do futebol argentino”. Porém, a defesa apresenta sua narrativa com provas materiais.

As acusações são rebatidas enquanto se afirma que a transferência estava prevista nos relatórios fiscais do clube. É dito: “Foi decidido fazer um adiantamento. Não se pode dizer que algo que está nos balanços seja suspeito”. Por fim, os valores são citados com mais detalhes: “(…) foi decidido um adiantamento de 2,5 milhões de dólares”.

Foto destaque: Divulgação/ Cristian David Pavón

Tiago Souza
Tiago Souza
Formado em jornalismo pela Universidade São Judas, atuei em diversas áreas de maneira colaborativa. Sou viciado em informação e, por isso, estudo todos os dias sobre futebol e videogames, tendo essas duas vertentes como pilares da minha personalidade. Apesar de levar esses temas muito a sério, tenho a plena noção de que, sem o amor e a descontração, nenhuma delas existiria de forma tão espetacular como são hoje.

Artigos Relacionados