Bob Paisley

A coluna Reino Unido pelo futebol desta semana, fala sobre o ex-jogador e treinador lendário do Liverpool, Bob Paisley. Nascido em Sunderland, na Inglaterra, Bob foi um zagueiro de pouco destaque, dessa forma, atuou apenas por um time na sua carreira. Sendo assim, sempre defendeu as cores dos Reds. Como técnico da equipe, ele é um dos maiores da história do clube.

CARREIRA DE JOGADOR DE BOB PAISLEY

Bob nasceu em 1919, em Sunderland, e como todo garoto seu sonho era defender o time de sua cidade ele teve muito destaque na escola, onde conquistou muitas medalhas e uma ótima técnica para desarmes os adversários. Dessa maneira, ele conseguiu uma chance para fazer um teste na equipe da cidade, porém não teve sucesso em sua oportunidade. Treinador do time na época Johnny Cochrane, falou que Paisley era um jogador com uma altura baixa, dessa forma, sendo reprovado. Ainda em busca do sonho, ele também fez testes no Tottenham e no Wolves, e recebeu o mesmo feedback de ambas equipes.

Já frustrado com as respostas negativas, Bob foi seguindo sua vida, trabalhando como pedreiro, até quando foi chamado para atuar pelo Bishop Auckland, uma equipe armadora da Inglaterra, com muito destaque, pelo fato de ter conquistado 10 vezes a FA Cup amadora. Por lá, Bob ajudou a equipe conquistar um desses títulos em 1939, e era um jogador muito importante e versátil para a equipe.

CHEGADA AOS REDS

Com ótimas atuações Bob foi ganhando destaque, até que despertou interesse do Liverpool. Na época o Sunderland também tentou contratar o jogador, porém, Bob já tinha palavra com os Reds, e dessa maneira, se transferiu para seu primeiro e único clube profissional em sua carreira. Sua chegada para se firmar no Liverpool demorou, já que quando se transferiu o jogador foi chamado para servir o exercito da Rainha. Dessa maneira, a guerra tomou uma boa parte de sua carreira. Ele chegou ao Liverpool com 20 anos e fez sua estreia na Liga Inglesa aos 27.

Após a segunda guerra, os Reds venceram sua primeira Copa dos Campeões e também e o quinto campeonato inglês de sua história. Conhecido por ser um jogador com bom lançamento e um lateral longo. Bob era um treinador dentro de campo, com capacidade de analisar as partidas e os adversários. Sua carreira não teve muitos gols, porém, um dos mais importantes foi na semifinal da Copa da Inglaterra contra o Everton, competição que o clube nunca tinha vencido. No total de sua carreira, Bob tem 277 partidas e apenas 12 gols. Ajudando a levar o Liverpool para a final, Bob teve o momento mais complicado de sua carreira, ele se machucou na preparação para a final e ficou de fora do confronto contra o Arsenal, os Gunners venceram por 2 a 0.

MUDANDO OS PLANOS

Após o Liverpool ter uma fase muito ruim, e em 1954 caiu para a segunda divisão, e aos 35 anos Paisley não estava mais na lista de jogadores que permaneceriam na próxima temporada. Dessa forma, ele tinha vontade de permanecer em Liverpool, Bob tinha feito um curso de fisioterapia e pediu ao diretor da época para ganhar experiência a equipe. Sendo assim, foi contratado para ser treinador da equipe reserva, formado por jovens ou jogadores lesionados. Em 1957, ele subiu para a comissão técnica principal de Phil Taylor e passou a assumir as funções de fisioterapeuta.

Precisando de uma reformulação, os Reds escolheram Bill Shankly para a função, ele tinha sido um bom jogador e fez alguns bons trabalhos como treinador. Dessa forma, ele deu ao torcedor expectativas que colocaria o time no primeiro patamar da Inglaterra. Com novos métodos e cultura e com seus braços direitos Joe Fragan, Reuben Bennett e Bob Paisley. Paisley havia se esforçado para ser inestimável para o clube. Não tinha medo de colocar a mão na massa. Literalmente: usando seu passado de aprendiz de pedreiro, ajudou nas reformas de Anfield. Era a mente tática da comissão técnica e tinha uma capacidade sobrenatural para diagnosticar lesões. Pelas semelhanças e pelas diferenças em relação a Shankly, era o complemento perfeito.

ASSUMINDO O COMANDO TÉCNICO

Shankly anunciou a sua aposentadoria em 74 e Bob Paisley foi imediatamente indicado como sucessor ao cargo, embora tenha demonstrado uma certa relutância no início. O novo comandante dos Reds, entretanto, tinha nada a temer. Afinal, ele conhecia toda a estrutura do clube. E também conhecia os jogadores com os quais conviveu na época de auxiliar.

Entre as principais estrelas desse esquadrão imortal estavam o meia-atacante Kenny Dalglish, o centroavante Ian Rush, o defensor Phil Neal e o goleiro Ray Clemence.

O bom trabalho de Paisley também vinha de dentro do vestiário. O técnico bonachão era conhecido por manter um clima agradável extra-campo. Ele sabia conversar com os jogadores da maneira correta. E também sabia cobrar. Sem ser rude ou desrespeitoso.

Os Reds lideravam absolutos na terra da Rainha. Os únicos clubes que batiam de frente com a  eram o Nottingham Forest de Brian Clough, o Aston Villa de Ron Saunders e, nas temporadas 1975-76 e 1976-77, o Manchester United de Tommy Docherty. Foram nove anos sob o comando do clube, seis títulos de Campeonato Inglês, três Champions League, uma Liga Europa e três Copas da Liga Inglesa.

LENDA DOS REDS

Paisley anunciou a sua aposentadoria em 1983 após 44 anos de serviços prestados no clube como treinador, auxiliar, fisioterapeuta e atleta profissional. O icônico treinador inglês nos deixou no dia 14 de fevereiro de 1996, aos 77 anos. Assim como sofria do Mal de Alzheimer, enfrentava outros problemas de saúde.

Bob Paisley, Carlo Ancelotti e Zinedine Zidane são os únicos treinadores da história a terem erguido três taças de Champions League durante a carreira.

O inglês, sempre fiel ao seu único clube, conquistou a Europa defendendo as cores do Liverpool em todas as ocasiões.

Paisley fez história. Passou toda a sua carreira profissional em Liverpool. Conhecia cada milímetro quadrado do clube. Cada característica, atributo e fraqueza dos seus atletas. E por isso foi rei. Foi protagonista da melhor era da história do time.

Na temporada 2019/2020, o Liverpool lançou uma camisa com uma homenagem ao lendário treinador, com sua assinatura.

https://twitter.com/LFC/status/1118802791714185216?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1118802791714185216%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.gazetaesportiva.com%2Ftimes%2Fliverpool%2Fliverpool-lanca-novo-uniforme-com-homenagem-a-lendario-ex-treinador%2F

 

Os anos dourados do Liverpool certamente brilharam sob a tutela do bonachão e sempre carismático Robert Paisley.

Títulos de Bob Paisley (1974-1983)

  • Campeonato Inglês (6): 1975-76, 1976-77, 1978-79, 1979-80, 1981-82, 1982-83.
  • Champions League (3): 1976-77, 1977-78, 1980-81.
  • Europa League (1): 1975-76.
  • Copa da Liga (3): 1980-81, 1981-82, 1982-83.
  • Supercopa da Uefa (1): 1977.

Foto destaque: Reprodução/ PL Brasil

Daniel Soares
Daniel Soares, 21 anos, cursando jornalismo. Apaixonado por esportes, aos 16 anos viu que o jornalismo esportivo seria uma forma de estar no ramo. Tendo o estádio como segunda casa, tem a ambição de transmitir emoções e se expressar através do esporte. Instagram: danieel_sooares Twitter: @bdsoares10

Deixe uma resposta