Bia Zaneratto: 100 vezes com a amarelinha

A Seleção Brasileira vive ótima fase, confirmada após a classificação para a final da Copa América Feminina 2022 conquistada na última terça-feira (26). Além de ser uma noite muito comemorada pela equipe, após a vitória por 2 x 0 sobre o Paraguai, Bia Zaneratto também vive momento especial. Isto porque a atacante chegou à marca de 100 jogos pelo Brasil.

Além disso, a jogadora do Palmeiras marcou um gol na vitória da última noite. Assim, chegou ao gol de número 34 pela seleção, bem como o seu terceiro na Copa América. Contudo, após o término da partida, Bia comentou sobre a marca atingida, além da classificação para a Copa do Mundo 2023.

“Um dia muito especial, de todas as formas, por chegar aos 100 jogos, por marcar um gol, por conseguir a classificação a final, por estar classificada para o Mundial, para a Olimpíada. Então, é um dia muito completo para uma atleta. Agradeço a Deus. O gol foi dedicado à minha avó e ao pessoal de casa que está torcendo muito.”, disse a atacante em entrevista à Conmebol TV.

Assim também, Bia é uma das maiores goleadores do Brasil. A saber, com 34 gols, ocupa o 5 lugar, atrás de Marta com 115, Cristiane com 96, Debinha com 53, além de Roseli e Pretinha, com 42 cada.

Portanto, a atacante ainda acrescentou:

“Conquistas individuais são importantes, mas o coletivo é sempre o principal. Hoje é um dia muito especial por estar na final da Copa América e, consequentemente, dando vaga para as competições.”, concluiu.

Bia Zaneratto: Números na Seleção

Com apenas 28 anos, Bia Zaneratto participa da sua segunda Copa América com a Seleção Brasileira. Além do mais, é uma das jogadoras mais experientes do elenco de Pia Sundhage. Antes disso, foi campeã na edição de 2018, além de assumir a artilharia da competição, com seis gols.

Agora, a Imperatriz, como é carinhosamente chamada pela torcida do Palmeiras, disputará a sua quarta Copa do Mundo e a terceira Olimpiada. Inclusive, a atacante marcou o seu primeiro gol com o amarelinha em 20q5, na goleada do Brasil sobre a Suíça, por 4 x 1, pela Copa Algarve.

Contudo, desde que Pia Sundhage assumiu o comando da seleção, a atacante é figurinha carimbada nas convocações e conquistou a titularidade com muito empenho e destaque com a amarelinha.

Por fim, o Brasil volta a campo no sábado (30), às 21h (horário de Brasília), diante da Colômbia, no Estádio Alfonso López, pela final da Copa América Feminina 2022.

Foto destaque: Lucas Figueiredo/CBF

Aliny Bueno
Prazer! Eu sou formada em jornalismo e a área esportiva é uma com a qual mais me identifico. A paixão pelo esporte, em especial o futebol, surgiu ainda quando criança. Trabalhar com isso me traz satisfação. Evoluir a cada dia dentro do jornalismo é o objetivo principal para obter uma carreira de sucesso.