Na última quarta-feira (1), em uma Assembléia Geral Extraordinária e Eletiva, foi definido quem assumirá o posto da presidência da Associação Sportive Vita Club de Kinshasa. Na ocasião quem foi nomeada a presidência foi Bestine Kazadi di Tabala. A princípio, Bestine é a primeira mulher a assumir o cargo do time da República Democrática do Congo.

Kazadi obteve 38 votos contra 32 de Diomi Ndongala que também disputava o posto. Na ocasião participaram cerca de 72 eleitores que decidiram por bem votar na belga. Além disso, o pai de Bestine Kazadi, falecido em 2017, foi presidente do Conselho Supremo de Bana Mbongo.

Sobre Bestine

A saber, a belga é formada em ciências sociais e em direito. Além disso, ela possui um escritório de advocacia e é registrada pelo Bar Kinshasa. Kazadi se torna a primeira mulher a assumir a presidência desde a fundação do clube em 1935. Na votação outras pessoas também assumiram cargos importantes no Vita Club.

Outros funcionários eleitos juntos com Bestine Kazadi

Secretário Geral: Franck Likuli .

Secretário-Geral Adjunto: Jean de Dieu Kipepe.

Tesoureiro: Lenzo Christine.

Seção do encaixotamento, Handebol, Judô e Vôlei: Adolphe Katende Mutombo, Jean Claude Batuamina, Armand Mutombo e Masikini Zeze.

Os conselheiros: Delou Mulumba, Richard Baye Ntita, Maria Mbonde Mange, Papy Tondo.

Foto destaque:Reprodução/Footrdc

Wevilly Monteiro
Wevilly Monteiro
A escolha do Jornalismo foi por conta de gostar muito de escrever , ser viciada em telejornais , ouvir rádio, ler muitos sites de notícias desde pequena! Atualmente trabalho com fotojornalismo. Meus principais objetivos no curso é fazer pós-graduação em assessoria, jornalismo esportivo e aprimorar meus conhecimentos fotográficos.

Artigos Relacionados