Benfica denuncia racismo no futebol feminino

- Episódio aconteceu com a nigeriana Christy Ucheibe na partida contra o Famalicão
Benfica

O  Benfica denunciou nesta quinta-feira (15) um caso de racismo para a jogadora nigeriana Christy Ucheibe, de 19 anos. O episódio aconteceu na partida contra o Famalicão, válida pela semi final da Taça de Portugal do futebol feminino. O clube alega que a jogadora, titular na vitória de 2 x 1 – que garantiu vaga na final da competição –  foi alvo de racismo vindas da torcida.

Contudo, clube português ainda “estranhou” um número alto de pessoas na torcida. Tendo em vista que o jogo era pra ser sem torcida, devido a covid- 19. Além disso, foi no dia que o primeiro-ministro, António Costa (PT), anunciou o retorno da situação de calamidade. Ainda assim, Portugal registrou dois mil casos nas últimas 24 horas – maior número desde do inicio do pandemia. Entretanto foram somente sete mortes no mesmo período. Salvo que somado, o país tem 93 mil casos, 55 mil pessoas recuperadas e duas mil e cem mortes.

“Houve colegas da equipe muito incomodadas com a situação e chegaram a pensar abandonar o jogo, em protesto”, disse uma fonte do clube ao publico.pt.

O Benfica ainda completou que “este tipo de conduta seja erradicado da sociedade”. Ao finalizar, o Benfica manifestou solidariedade à Christy Ucheibe, afirma que vai continuar lutando para o fim do racismo. 

Foto destaque: SL Benfica

Kaliel Serafin

Sobre Kaliel Serafin

Kaliel Serafin já escreveu 240 posts nesse site..

Kaliel, 19 anos, estudante de jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi.

BetWarrior


Poliesportiva


Kaliel Serafin
Kaliel Serafin
Kaliel, 19 anos, estudante de jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Topo