Bélgica vence Dinamarca e avança às semifinais da Nations League (Foto: Divulgação/Twitter Nations League)

Na partida decisiva valendo vaga para às finais, a Bélgica derrotou a Dinamarca por 4 x 2 em casa e acabou com a esperança dos adversários avançarem na UEFA Nations League 2020/21. Desta maneira, nos confrontos válidos pela 6ª rodada do Grupo 2 da Liga A desta quarta-feira (18), os belgas já marcaram lugar no Final Four do torneio. Já a eliminada Inglaterra venceu a Islândia por 4 x 2, mas, o resultado foi apenas para cumprir tabela.

NATIONS LEAGUE – LIGA A – GRUPO 2 – 6ª RODADA

BÉLGICA 4 X 2 DINAMARCA

Em casa, a seleção belga foi dominante no primeiro tempo e a investida foi imediata. Em apenas três minutos de bola rolando, Leander Dendoncker deu assistência a Youri Tielemans que chutou de esquerda forte de fora da área direto para o gol, sem dar chances ao goleiro Kasper Schmeichel. Mas, poucos minutos depois a Dinamarca em busca de vencer o jogo, respondeu com o empate aos 17 minutos. Christian Eriksen tentou o cruzamento e com o desvio da defesa belga, a sobra foi para Jonas Wind que anotou de cabeça e igualou em 1 x 1. Ainda, os visitantes quase conseguiram a virada, mas o goleiro Thibaut Courtois livrou o perigo.

No segundo tempo, a seleção belga continuou superior. Desta maneira, aos 12 minutos após cobrança de falta, Kevin De Bruyne fez rápido o passe em direção à área para Romelu Lukaku que finalizou com pé direito para o centro o gol. O goleiro Schmeichel até salvou, mas a bola escapou e entrou para gol. Mas, o terceiro gol belga e segundo de Lukaku apareceu 12 minutos depois. Thorgan Hazard fez o cruzamento e o atacante da Inter de Milão aproveitou o levantamento e cabeceou para o fundo das redes para fazer 3 x 1.

Contudo, a Dinamarca buscava reverter e Martin Braithwait quase anotou uma bicicleta, mas, o goleiro belga defendeu. Porém, conseguiram diminuir após erro bizarro de Courtois. No recuo, o goleiro se perdeu no domínio da bola e a deixou entrar, diminuindo para 3 x 2. Mas, o placar não assustou os belgas que poderiam vencer até com um empate. Já aos 42 minutos, Thomas Foket foi o garçom da vez para que De Bruyne pudesse anotar o quarto gol dos Diabos Vermelhos em casa e firmar a classificação da seleção da Bélgica nas semifinais da Nations League.

INGLATERRA 4 X 0 ISLÂNDIA

O primeiro tempo no Estádio de Wembley só deu Inglaterra. Assim, os donos da casa jogaram com tranquilidade com os islandeses, já que os dois times iriam apenas cumprir tabela. Após algumas investidas dos ingleses e pressão nos adversários, o primeiro gol saiu aos 20 minutos. Após cruzamento de bola parada de Phil Foden, Declan Rice finalizou em direção ao gol de cabeça, abrindo o placar em 1 x 0. O segundo gol chegou quatro minutos depois, com Mason Mount após assistência desajeitada de Harry Kane. Assim, fechando em 2 x 0.

A segunda etapa foi parecida com a primeira e o jogo se manteve com maior posse de bola da Inglaterra. Os islandeses ainda tiveram a expulsão de Birkir Saevarsson com o segundo amarelo e a partida se tornou mais difícil para os visitantes com um jogador a menos. Contudo, o terceiro gol inglês saiu somente quando já somava em 35 minutos. Jadon Sancho deu a assistência para que Foden anotasse com pé esquerdo do meio da área. Mas ainda, o jovem atacante do Manchester City marcou o quarto gol para a seleção da Inglaterra aos 39 minutos, desta vez de fora da área após colaboração de Harry Winks. Deste modo, encerrou a goleada de 4 x 0.

Como resultado, diferente da Bélgica que avança para às finais, Dinamarca, Inglaterra e Islândia estão fora da competição que retorna em março de 2021.

Foto Destaque: Divulgação/Twitter Nations League

Amanda Cruz
Sou Amanda Cruz, formada em História e estudante do último ano de jornalismo. Atualmente moro em Lorena/SP, mas sou paulistana e filha de pernambucanos. Despertei minha paixão pelo futebol na Copa de 2006 e desde lá o amor só cresceu. Sempre curiosa sobre esportes e amante de história, gosto de estar por dentro do assunto. Acompanho sempre notícias e jogos, principalmente das ligas europeias. Assim, o futebol é um esporte emocionante e como futura jornalista, escrever sobre ele é demais!

Artigos Relacionados