O título da temporada 2019/20 da Bundesliga para o Bayern de Munique, octacampeão consecutivo da competição, não foi parâmetro para a poderosa equipe europeia sossegar na formulação do planejamento para a próxima temporada. Em outras palavras, de olho nas oportunidades de mercado, o Gigante da Baviera está rastreando os passos do lateral-direito Sergiño Dest, do Ajax. Segundo o jornal alemão Bild, o clube alemão encaminhou uma proposta oficial a equipe de Amsterdã, porém a resposta foi negativa. A priori, o Bayern tentou contratar Dest por empréstimo com opção de compra ao final do vínculo. Entretanto, recebeu a recusa, já que o Godenzonen só aceitaria negociar o atleta em definitivo.

Concorrendo com outros gigantes europeus como o Barcelona e o PSG, os Bávaros precisarão desembolsar 20 milhões de euros (cerca de R$ 120 mi na cotação atual). O interesse das três equipes pelo holandês naturalizado norte-americano, de 19 anos, começou após as apresentações que chamaram a atenção no Ajax. Na temporada atual, o lateral esteve presente em 20 partidas da Eredivisie e participou de vários lances de gol, dando cinco assistências.

Um fator que pode pesar positivamente a favor do Gigante da Baviera é o momento delicado dos Culés. Ainda, de acordo com o diário da Alemanha, o Barcelona vive dias tensos com a falta de verba em razão da pandemia global do coronavírus. De antemão, vale ressaltar que o jovem jogador tem contrato com o Ajax até o ano de 2022.

BUSCA DO BAYERN POR CARACTERÍSTICAS OFENSIVAS COMO AS DE DEST

Conforme segue atento às suas novas contratações, o Bayern de Munique espera bater o martelo na contratação de Dest. Da mesma forma que fez com o lado esquerdo da zaga, dando mais oportunidades ao melhor jogador jovem da liga alemão Alphonso Davies, o clube almeja contratar Sergiño Dest. O propósito da equipe é aumentar o leque de opções do técnico Hans-Dieter Flick, oferecendo uma tendência de jogo parecida com a de Davies, mais agressiva.

Foto Destaque: Reprodução/EPA

Avatar
Pedro Moraes
Falar e escrever sobre futebol é o que há! O Jornalismo Esportivo só me ajudou a ser amante deste esporte, seja ele estadual, nacional ou internacional. Copa do Mundo é vida! Libertadores é pra cardíaco!

Artigos Relacionados