Reprodução Barcelona Nacional

Decerto, uma postagem realizada pelo Barcelona nesse domingo (12), surpreendeu aos hinchas do Nacional. E não é para menos, afinal os blaugranas relembraram uma partida realizada há exatamente 95 anos entre as duas equipes. Contudo, o duelo, que valia a Copa Alfa Romeo, terminou sem vencedor. Ou seja, o caneco do torneio, de cunho amistoso, ficou sem dono. Sim, pode parecer bizarro mas a partida acabou sem um ganhador, e nós do FNV vamos explicar o motivo.

A saber, nas décadas passadas era comum clubes sul-americanos fazerem excursões pela Europa. Em 1925 o plantel Bolsilludo recebeu o convite para realizar diversos jogos no Velho Continente. Tal invitação se deu em virtude da medalha de ouro conquistada pelo Uruguai no futebol dos Jogos Olímpicos de 1924. No total o Nacional disputou 38 jogos em oito países diferentes: França, Itália, Bélgica, Áustria, Suíça, Portugal, Holanda e Espanha. Até que no dia 12 de abril daquele ano, o Nacional encarou o Barcelona no Estádio Les Corts, antecessor do mítico Camp Nou. O duelo em questão valia a taça da Copa Alfa Romeo, torneio similar ao Troféu Joan Gamper.

Todavia, a partida terminou empatada em 2 x 2, Héctor Scarone e Santos Urdinarán fizeram os gols uruguaios. Conforme as regras da época, a disputa por pênaltis e a prorrogação sequer tinham sido inventadas. Desse modo, o título ficou vago e o caneco terminou nas mãos da empresa automobilística Alfa Romeo, patrocinadora do evento. Segundo o próprio Barcelona, o troféu atualmente está na casa do neto do tal representante da marca italiana. Por fim, a equipe catalã enfatizou em seu site oficial:

Talvez um dia Barça e Nacional devessem jogar desempate para decidir quem é o dono do troféu de 1925. Com a permissão da pessoa que agora o guarda, obviamente.”

https://twitter.com/FCBarcelona_es/status/1249321449917210624

O Nacional prontamente aceitou o jogo por meio de suas redes sociais:

Se quase um século depois não terminássemos de definir quem recebe esse troféu, seria um erro histórico.”

Foto destaque: Reprodução/ www.fcbarcelona.es

Avatar
Luciano Massi
Me chamo Luciano Massi, tenho 20 anos, sou paulistano. Estou no 6º semestre do curso de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Desde criança fanático pelo futebol dentro e fora das quatro linhas, histórias que vão além do esporte. Produzo o Derbicast, podcast voltado ao futebol alternativo, dando enfâse aos esquecidos. Entretanto, nunca me dei bem com a bola...

Artigos Relacionados