Barcelona quer decidir título pendente com o Nacional

- A partida foi realizada há 95 anos e o caneco continua sem dono
Reprodução Barcelona Nacional

Decerto, uma postagem realizada pelo Barcelona nesse domingo (12), surpreendeu aos hinchas do Nacional. E não é para menos, afinal os blaugranas relembraram uma partida realizada há exatamente 95 anos entre as duas equipes. Contudo, o duelo, que valia a Copa Alfa Romeo, terminou sem vencedor. Ou seja, o caneco do torneio, de cunho amistoso, ficou sem dono. Sim, pode parecer bizarro mas a partida acabou sem um ganhador, e nós do FNV vamos explicar o motivo.

A saber, nas décadas passadas era comum clubes sul-americanos fazerem excursões pela Europa. Em 1925 o plantel Bolsilludo recebeu o convite para realizar diversos jogos no Velho Continente. Tal invitação se deu em virtude da medalha de ouro conquistada pelo Uruguai no futebol dos Jogos Olímpicos de 1924. No total o Nacional disputou 38 jogos em oito países diferentes: França, Itália, Bélgica, Áustria, Suíça, Portugal, Holanda e Espanha. Até que no dia 12 de abril daquele ano, o Nacional encarou o Barcelona no Estádio Les Corts, antecessor do mítico Camp Nou. O duelo em questão valia a taça da Copa Alfa Romeo, torneio similar ao Troféu Joan Gamper.

Todavia, a partida terminou empatada em 2 x 2, Héctor Scarone e Santos Urdinarán fizeram os gols uruguaios. Conforme as regras da época, a disputa por pênaltis e a prorrogação sequer tinham sido inventadas. Desse modo, o título ficou vago e o caneco terminou nas mãos da empresa automobilística Alfa Romeo, patrocinadora do evento. Segundo o próprio Barcelona, o troféu atualmente está na casa do neto do tal representante da marca italiana. Por fim, a equipe catalã enfatizou em seu site oficial:

Talvez um dia Barça e Nacional devessem jogar desempate para decidir quem é o dono do troféu de 1925. Com a permissão da pessoa que agora o guarda, obviamente.”

https://twitter.com/FCBarcelona_es/status/1249321449917210624

O Nacional prontamente aceitou o jogo por meio de suas redes sociais:

Se quase um século depois não terminássemos de definir quem recebe esse troféu, seria um erro histórico.”

Foto destaque: Reprodução/ www.fcbarcelona.es

BetWarrior


Poliesportiva


Luciano Massi
Luciano Massi
Me chamo Luciano Massi, tenho 20 anos, sou paulistano. Estou no 6º semestre do curso de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Desde criança fanático pelo futebol dentro e fora das quatro linhas, histórias que vão além do esporte. Produzo o Derbicast, podcast voltado ao futebol alternativo, dando enfâse aos esquecidos. Entretanto, nunca me dei bem com a bola...

    Artigos Relacionados

    Topo