Barcelona e o seu maior erro: virou comprador e esqueceu do mais importante, La Masia

- A geração mais vitoriosa e marcante do clube foi formada em grande parte por jogadores das categorias de base
Iniesta lamenta o Barcelona não ter mais Champions com Messi

O Barcelona é um dos maiores clubes do mundo, que, após a “Era Ronaldinho“, apareceu com um dos melhores times da história do futebol. Assim, o elenco comandado por Messi, Xavi e Iniesta marcou gerações e revolucionou o jeito de se jogar o esporte. Uma das grandes características da equipe de Pep Guardiola era que grande parte do plantel era formado por atletas formados em La Masia, contudo, nos últimos anos isso foi deixado de lado e a coluna Rasgando o Verbo desta sexta-feira (29), questiona o gigante espanhol.

Leia mais

Primeiro de tudo, aquela equipe tinha Váldes, Puyol, Pique, Busquets, Xavi, Iniesta e Pedro, mais da metade dos titulares sendo formados pelo clube. Além disso, contavam com jogadores essenciais, que não custaram tão caro para o Barcelona, como Villa, Abidal e Daniel Alves.

Nos últimos anos, o clube praticamente abandonou as categorias de base, que virou mais balcão de negócios, um resort para jovens jogadores do que propriamente um centro de formação de atletas. Nos últimos QUATRO anos, isso mesmo, apenas quatro anos, o Barcelona preferiu rasgar dinheiro com futebolistas que eram bem questionáveis, do que propriamente investir no desenvolvimento de garotos.

BARCELONA E AS CONTRATAÇÕES PONTUAIS

Claro, em algumas oportunidades é necessário sim gastar um pouco mais por atletas que sejam unanimes no cenário mundial, como foram os casos de Neymar, Suarez e ter Stegen. Neste caso, a qualidade técnica é tamanha, que fica difícil de não serem praticadas.

GOLEIROS DESNECESSÁRIOS NO BARCELONA

O Barcelona hoje, é administrado por assassinos financeiros. O clube gasta praticamente tudo que arrecada, isso porque é um dos maiores arrecadadores de verba. Isso se dá pela contratação de alguns jogadores que não fizeram sentido, seja pela qualidade técnica, ou por simplesmente não ser necessário no elenco. Assim, são os casos de Cilessen (13 milhões de euros) e Neto (26 milhões de euros). Ter Stegen é com sobras um dos três maiores goleiros do mundo, e ambos os arqueiros foram contratados para serem RESERVAS.

Sim, o Barcelona gastou cerca de 39 milhões de euros, para contratar jogadores que atuassem na Copa do Rei, ao invés de dar oportunidades a um arqueiro das categorias de base, formar um novo ídolo, dar chance a garotos sobre a admiração de acompanhar ter Stegen, mas preferiu jogar dinheiro no lixo. Nada contra os goleiros, que são de boa qualidade, mas para que contratar?

 

CONTRATAÇÕES PARA NÃO JOGAREM

O caso mais recente é o do português Francisco Trincão, que foi contratado por 31 milhões de euros, mas que continuou no Braga. Até então, você pensa: contratação para o futuro? Errado! o Barcelona já pensa em empresta-lo novamente, para no futuro, conseguir uma venda. Aliás, para que contratar o Trincão? Porque não ter aproveitado e maturado Cristian Tello, Munir, Sandro Ramirez, que são bons jogadores. Podem não grandes craques, mas Pedro também não era, mas sempre ajudou. Jogadores deste tipo, poderiam ser importantes na La Liga, por exemplo.

CONTRATAÇÕES INFLADAS

Coutinho, Dembelé, Malcom, Semedo, Deulofeu, Mina, Marlon, Alcácer, Digne, Matheus Fernandes, Griezmann, Firpo, juntos somam cerca de 584 milhões de euros gastos com jogadores que chegaram sem status de Barcelona, ou que até tinham algumas expectativas, mas não renderam nada. Nos casos de Coutinho e Griezmann, o clube poderia esperar uma ou duas temporadas para contratarem ambos “DE GRAÇA”, porque teriam contratos finalizados, mas os diretores dos catalães, preferiram ostentar.

CONTRATAÇÕES SEM SENTIDO

Arturo Vidal até que quando joga é eficiente, então antes que perguntem, não, ele não entra nesta lista. Contudo, alguns outros nomes chegam a serem bizarros. Murillo, Boateng, Todibo, Braithwaite e outros citados acima, eram realmente tão melhores que os atletas da base? Se sim, fecha e vende La Masia imediatamente.

INVERSÃO DE VALORES NO BARCELONA

Um caso que prova totalmente a mudança de estilo do clube, é o de Marc Cucurella. Para quem acompanha de fato a La Liga (não só os grandes), sabe que ele é um ótimo jogador, desde sua passagem no Eibar, até agora no Getafe. Cucurella tem origem de lateral-esquerdo, e frequentes convocações para a Seleção Espanhola de base.

Após ser emprestado ao Levante, teve destaque e esperava chances no Barcelona, mas o clube preferiu gastar 20 milhões de euros em Junior Firpo, que nesta temporada mal jogou, e quando entrou não foi bem, e quando abri a janela já está certo de que não ficará. Isso transcende para outros jogadores, como Alenã, Rafinha e Thiago Alcântara, Samper, Oriol Busquets, Juan Miranda, atletas que poderiam estar no plantel e evoluindo.

CHOQUE DE CULTURA

Ao terem contratado o técnico Valverde, o Barcelona destruiu completamente anos de estrutura e maneira de jogar que Pep Guardiola implementou e que virou um marco no clube. Mesmo com Luis Henrique, isso aconteceu, mas numa escala bem pequena. Isso quebra totalmente o ritmo do clube, e jogadores que são treinados desde sua infância a jogarem desta forma, sobem e ficam perdidos. Isso poderá mudar se derem sequência a Quique Setién.

DEIXA OS MENINOS BRINCAR

Alguns vão questionar, mas Ansu Fati é um grande exemplo. O jogador teve algumas oportunidades nesta temporada e no início, sem a presença de Messi, brilhou, sendo decisivo em algumas partidas. Logo depois, houve uma queda, mas notasse que ele será um grande talento, mas que só irá ser aproveitado, porque teve um bom início imediato, porque se não, seria rapidamente negociado. Outro exemplo é de Carles Perez, que de maneira erronia, foi vendido à Roma.

FATOR MESSI NO BARCELONA

Por fim, é meio “covardia” de jogar toda essa responsabilidade para Messi, mas ele já faz isso, não? Há pelo menos duas temporadas o argentino, juntamente com ter Stegen, leva o time nas costas. Logo, você poderia abrir mão de grandes contratações e fazer com que todos trabalhassem em prol do camisa 10, com os jogadores das categorias de base auxiliando o atual melhor jogador do mundo.

Além de economizar financeiramente, você daria espaço para jogadores que amam o clube e que sonham em viver grandes momentos com a camisa Culé. Com a batuta de Messi, e com a continuidade do estilo de jogo dos espanhóis, isso poderia ter mudado o rumo do plantel em algumas oportunidades, quando houve “omissão” de alguns atletas em momentos decisivos. Quem tem Messi, pode se dar a liberdade de arriscar.

Foto Destaque: Reprodução/Getty Images

Avatar

Sobre Alexsander Vieira

Alexsander Vieira já escreveu 1212 posts nesse site..

Quando pequeno, pensava em trabalhar com o futebol, como jogador. Por situações não harmoniosas esse sonho se dissolveu, porém achei outra maneira de continuar no esporte. Foi com as mãos que decidi trabalhar, informar minha nação com os melhores acontecimentos, e sempre ter credibilidade no que passo à frente.Obs: 3 x 0 não é goleada

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Alexsander Vieira
Quando pequeno, pensava em trabalhar com o futebol, como jogador. Por situações não harmoniosas esse sonho se dissolveu, porém achei outra maneira de continuar no esporte. Foi com as mãos que decidi trabalhar, informar minha nação com os melhores acontecimentos, e sempre ter credibilidade no que passo à frente.Obs: 3 x 0 não é goleada
http://www.radioprado.com.br

Artigos Relacionados

Topo