Bandeirinha diz não a revista masculina, “O meu foco não é posar nua”

Dos gramados para… os gramados. Denise Bueno na última semana surpreendeu parte da sociedade após negar convite para posar nua. Jovem, formada em psicologia, a nova assistente de arbitragem do futebol paulista falou com o Futebol na veia e declarou que realmente o seu projeto é ser bandeirinha. “O meu foco não é posar nua e nunca foi. Estou me dedicando mais para minha carreira profissional, mas não descarto”, disse.

Não gostando dos termos “musa” ou “boazuda”, Denise entende que elogios desta forma e até ofensas da torcida e de jogadores acontecerão sempre enquanto estiver trabalhando, mas ela prefere ignorar para não trazer palavras ofensivas para o lado pessoal e atrapalhar sua carreira. “O meu objetivo, é me realizar na carreira profissional, sou formada e quero seguir nesse ramo. Estes rótulos não cabem e eu não levo a sério. Mulher sempre sofre este tipo de assédio e não quero deixar que isso possa ser maior do que meu sonho”, declara Bueno.

Sem pretensões de sair em alguma revista masculina, a psicóloga por formação tem um portfólio de ensaios sensuais. Denise, explica o porquê disso. “Gosto do meu corpo e tenho uma vaidade em me ver nas fotos, é apenas isso. Busquei em 2012 o concurso de Musa do Paulistão pelo time do Linense, já que moro em Lins, e foi só. Como disse, hoje quero outra coisa”.

Estreia & Fitness

O começo da carreira foi no CDC Estrela do Campo, Vila Gea, em São Paulo, atuando na partida entre Embaçados Santos contra União Campo Grande. Vaidosa, como disse, Denise se preocupa em manter o seu corpo da forma que esta, já que são 90 minutos em campo correndo em uma distância de aproximadamente 100 metros. “Eu já treino há seis anos, então tenho uma parte física muito boa, mas não quero ficar muito magra. O que tenho feito é diminuído aeróbico durante a semana para fazer o meu cardio nos jogos e posso dizer que ficar uma hora e meia correndo não é nada fácil, deu pra cansar”, conclui Bueno.

Sem confirmação do seu próximo jogo, a nova bandeirinha aguardar para atuar novamente nos gramados paulistas. “Ainda não sei quando será o meu próximo jogo, a federação avisa apenas três dias antes e temos que nos preparar”.

Alain Petterson
Alain Gonzaga é Paulista de São José dos campos, 27 anos, estudou Direito mas por amar o futebol e os esportes preferiu ir para Jornalismo para ficar mais perto daquilo do que gosta de falar. Está no jornalismo a 3 anos na “divisão de base” da carreira, buscando uma vaga no profissional.

Artigos Relacionados