Se preparando para a volta do Campeonato Japonês, que tem retorno previsto para a próxima sexta-feira (22), os times que competem na liga vem se reforçando e movimentando o mercado. Apesar da competição estar próxima de seu início, a janela de transferências fecha apenas no fim de março. Assim, os clubes abriram os cofres para contar com jogadores renomados do futebol brasileiro, focando a busca do título da J-League 2019.

Kawasaki Frontale

Dando início a chamada invasão brasileira, tentos o atual bicampeão da liga, Kawasaki Frontale que acertou a saída do brasileiro Eduardo. Em contrapartida, fortificou o elenco trazendo os brasileiros Maguinho, Jesiel e o mais importante e que compete para ser a melhor transferência da liga, o talismã, Leandro Damião, ídolo do Colorado e que já estreou pelo time fazendo gol e conquistando o título da Supercopa Japonesa Leandro Damião é anunciado como novidade em clube japonês.

FC Tokyo

Já o FC Tokyo tem apostado na força gaúcha. Após a liberação do brasileiro Lins para o Ventforet Kofu, o clube assinou com o artilheiro Jael, ex-Grêmio. O brasileiro foi um dos principais destaques do time de Porto Alegre em 2018 e prometeu muitos gols pelo novo clube. O jogador chegou ao Japão por R$ 1,8 milhões.

Verdy Tokyo, Kashiwa Reysol e Matsumoto Yamaga

No caso do Verdy Tokyo seu rival de cidade, o time acertou a saída do brasileiro Alan Pinheiro do elenco, mas não ficou para trás, e trouxe o também brasileiro Walmerson que apesar de não ser tão conhecido, vinha de boa fase em seu antigo clube. O Kashiwa Reysol que vem de uma péssima temporada passada, terminando em penúltimo lugar, espera mudar a situação do clube. Sem ter a saída de ninguém confirmada, o time só agregou trazendo os brasileiros Gabriel ex-Flamengo e Richardson ídolo da torcida do Ceará. A venda do volante ficou marcada como a mais cara do clube de Fortaleza que vendeu o jogador por R$ 5 milhões ao clube japonês. Já o Matsumoto Yamaga FC que disputa a J2- League, segunda divisão do Japão, foca em conquistar o título e o acesso para elite do futebol, o time assinou com dois jogadores, o brasileiro Eduardo ex- Kawasaki Frontale, e o também brasileiro Leandro Pereira, conhecido pelos gols, o craque que rescindiu com o Club Brugge, e antes do clube belga, foi artilheiro da Chapecoense e chega ao Japão para fazer história.

Nagoya Grampus

Brigando com Damião para ser a melhor contratação do mercado japonês, temos o também brasileiro João Schmidt, revelado pelo São Paulo. O jogador, que amargurava o banco do Atalanta, trocou o clube italiano pelo estrelato do futebol japonês, assinando com Nagoya Grampus, e fará parceria com o atacante Jô, ex-Corinthians.

Vissel Kobe

Já o Vissel Kobe que veio meio comedido nesta janela de transferências, assinou apenas com um jogador, o brasileiro Dankler, que teve uma passagem discreta pelo português Vitória de Setúbal, e espera fazer história no Japão.

Yokohama

O Yokohama, que terminou na 12ª colocação da liga na temporada passada, vem firme para essa temporada e busca fazer uma melhor campanha e brigar pelo título. Para isso, o time assinou com o medalhão Edigar Junio, artilheiro  ex-Bahia, que prometeu muitos gols pelo time japonês. O time rescindiu o contrato com o português Hugo Vieira que jogará pelo turco Sivasspor em 2019.

Albirex Niigata

Fazendo uma campanha ruim na temporada passada, o Albirex Niigata, que disputa a segunda divisão Japonesa, espera reverter essa situação e conquistar o acesso para a primeira liga, para isso o time assinou com o brasileiro Silvinho, que fez um bom campeonato pela Penapolense em 2018.

Consadole Sapporo

Já o Consadole Sapporo apostou na jovialidade. Sem contar com perdas no elenco, o clube acertou com o brasileiro Lucas Fernandes, ex-Fluminense e líder em assistências pelo Brasileirão de 2017.

Kashima Antlers

O forte Kashima Antlers, que terminou a temporada passada como terceiro colocado na liga, mas campeão da Liga dos Campeões da Ásia, vem comedido nesta janela de transferências. Até o momento, o time anunciou apenas um reforço: o brasileiro Bueno, que vem do Tokushima, da segunda divisão, e que deve compor o banco do time, junto a outro brasileiro, Leandro, ex-Palmeiras. No elenco ainda tem os “insubstituíveis” Léo Silva (volante) e Serginho (meia), titulares absolutos e já ídolos da torcida japonesa.

https://twitter.com/futebolnaveiabr/status/1042096443253841920

Shimizu S-Pulse

Outro forte candidato ao título é o Shimizu S-Pulse, que vem se reforçando bem para a liga. O time assinou com dois brasileiros que, apesar de pouco conhecidos, são promissores em suas posições. Renato Augusto, já foi um dos jovens destaques do Palmeiras, e Wanderson, que foi um dos principais jogadores do Atlético paranaense na temporada passada.

Jef United

Já o Jef United que, disputa a segunda divisão, vem contido nesta janela de transferências e trouxe apenas dois jogadores até o momento, o já citado Alan Pinheiro, e o brasileiro Kléber, destaque no time português Estoril no ano passado.

Júbilo Iwata

O Júbilo Iwata, time da cidade de Shizuoka, vem para disputar a J2-League e apostou na força portuguesa, assinando com Gerson Rodrigues, um dos principais destaques do Sherif e titular da Seleção de Luxemburgo, onde foi naturalizado.

Urawa Reds

Urawa Reds, por outro lado, um pouco mais tímido nas transações, não fez contratações de expressão, trazendo apenas o brasileiro Ewerton Pereira, que defendia o Porto, e chega por empréstimo a fim de mostrar serviço no time japonês.

https://twitter.com/UrawaBrasil/status/1084071231823978496?s=20

Shonan Bellmare

Disputando também a elite, o clube Shonan Bellmare apostou na promessa brasileira Rafael Dumas, vindo do Flamengo B. O jogador, ainda em ascensão, desempenhou um bom futebol e despertou o interesse do clube, que aposta nele para fazer uma melhor campanha em 2019.

Cerezo Osaka

Já seu concorrente de liga não ficou para trás. O Cerezo Osaka, que ficou distante do título em 2018, busca mudar a história este ano e conta com o brasileiro Bruno Mendes, que defendia o Maldonado, do Uruguai, e com o argentino, ex-Vasco, Leandro Desábato, que vinha fazendo boas temporadas e foi uma das revelações do time carioca. O argentino chega ao clube por cerca de R$ 3 milhões.

Até o momento os únicos times que ainda não movimentaram o mercado japonês foram o Sanfrecce Hiroshima, atual vice-campeão da liga, o Gamba Osaka, o Vegalta Sendai, o Sagan Tosu e o V-Varen Nagasaki. Os times tem até o fim de março para integrar jogadores ao time, pois é o período em que a janela de transferências se fecha.

Pedro Henrique Ordones Ramos
Pedro Henrique Ordones Ramos
Sou Pedro Henrique Ordones Ramos, tenho 20 anos, moro na região da Penha (Cangaiba) Zona Leste de São Paulo. Curso o segundo semestre de jornalismo.

Artigos Relacionados