Bakayoko interessa PSG e Sevilla

De acordo com a revista ‘France Football', Tiémoué Bakayoko, atualmente emprestado pelo Chelsea ao Monaco, desperta interesse de Paris Saint-Germain e Sevilla. Após retorno ao Les Rouge et Blanc, o meio-campista recuperou espaço e conseguiu mais minutos em campo. No entanto, os Blues, detentor de seus direitos econômicos, não deve manter o atleta no elenco e pretende vendê-lo por €42 milhões de euros.

INTERESSE DO PSG EM BAKAYOKO

Ainda de acordo com a revista, o PSG já teria entrado em contatos inciais com o Mônaco para reforçar o meio-campo com o jogador. Seu empréstimo com a equipe vai até 30 de junho. No entanto, se houver avanço nas negociações, o Les Rouge-et-Bleu terá que acertar questões contratuais com os Blues, tendo em vista que Bakayoko está ligado ao clube londrino até junho de 2022.

Entretanto, mesmo com o interesse em Bakayoko, o foco do PSG no mercado tem sido em Wilfried Ndidi, destaque do Leicester na atual temporada. Thomas Tuchel têm opções na posição como Leandro Paredes e Idrissa Gueye. Contudo, vê a possibilidade de reforçar o setor com Ndidi e Bakayoko. Outra opção ainda estudada pelo clube parisiense é Thomas Partey, destaque do Atlético de Madrid.

INTERESSE DO SEVILLA EM BAKAYOKO

A ‘France Football' noticiou que, ao saber da informação de que o PSG estaria interessado em Bakayoko, o clube aceleraria conversações com o Chelsea. Atualmente o meio-campo da equipe conta com nomes como Éver Banega, Gudelj e Suso. Dessa forma, o técnico Julen Lopetegui vê a necessidade de reforçar o setor.  Além do francês, o clube espanhol tem interesse nos talentos brasileiros, Talles Magno e Pepê, para o ataque dos Nervionenses.

ENTREVISTA DE BAKAYOKO

Bakayoko chegou ao Chelsea mas não impressionou. Logo foi emprestado ao Milan e, na atual temporada, está no Monaco. Dessa forma, o técnico Frank Lampard deseja vender o atleta, para recuperar parte do dinheiro investido. Atualmente, de acordo com o Transfermarkt, o seu valor de mercado é €25,5 milhões de euros. No entanto, em entrevista ao ‘L'Équipe', o francês disse que sair dos Blues será um fracasso.

“Quando eu sair do Chelsea, vou me sentir como se tivesse fracassado porque é um clube que amei”, afirmou.

Foto em destaque: AS Monaco

Matheus Aquino
Matheus Aquino, 19 anos, estudante de Jornalismo - 2° período na UFPB. A paixão pelo jornalismo surgiu desde pequeno. Aos 17 anos entrou para uma rádio comunitária com um programa chamado Na Marca do Pênalti, onde era apresentador. No ano seguinte, ingressou no principal site de seu município como colunista de esportes e repórter jornalístico. Em 2019, entra para uma outra rádio local, dessa vez, fazendo comentários todos os domingos sobre futebol. A facilidade na escrita e a intimidade com o microfone e as câmeras tornaram o jornalismo ainda mais a sua paixão.

Artigos Relacionados