Auxiliar do Santos dedica vitória à ex-técnico

Após encerrar um jejum de seis jogos (contando com a Copa Sul-Americana e Copa do Brasil) sem vencer, o Santos finalmente voltou a somar 3 pontos. Isso ocorreu após a vitória por 1 x 0 diante do Atlético Goianiense, pela 16ª rodada do Brasileirão.

O interino do clube, Marcelo Fernandes durante a coletiva dedicou a vitória de ontem (10) à Fabián Bustos, ex-técnico do peixe, que foi demitido logo após a eliminação na Copa Sul-Americana.

“Foi um esforço muito grande de todos de dentro do vestiário. Queria deixar claro que esta vitória é também do professor Bustos e de toda a comissão técnica dele. É um baita trabalhador, um baita treinador. Infelizmente o futebol é assim. É um grande profissional, com quem tive o prazer de trabalhar.” – disse Marcelo.

Do mesmo modo, ele também agradeceu os serviços prestados de Edu Dracena e Guilherme Lipe. Ambos que também deixaram o clube juntos de Bustos.

“E também ao Guilherme Lipi e o Edu Dracena, que chegaram ano passado num momento delicado. Com o Carille, conseguiram reverter uma situação importante. Eles foram pessoas importantes.” – completou.

E agora, como fica o Santos?

Apesar de não ter tido o melhor desempenho, o interino ficou feliz e satisfeito com o resultado do jogo, além de um “desabafo” após o fim da sequência negativa sem vitórias.

“Todos fizeram uma grande partida. Estou satisfeito. Não me empolgo com nada, mas estou bem satisfeito com o que a equipe apresentou. Foi um trabalho muito duro de treino principalmente para deixar a molecada confiante. Eles deram a vontade que a torcida gosta de ver. E não foi a primeira vez, sempre aconteceu, é que os resultados não estavam acontecendo. O Santos é time grande, vive de resultado.” – completou.

Por último, o Peixe agora volta a campo na quarta-feira ainda com Marcelo Fernandes, contra o Corinthians pelo jogo de volta da Copa do Brasil. Vale lembrar que o alvinegro praiano necessita vencer por quatro gols de diferença para no mínimo forçar a disputa de pênaltis.

Foto Destaque:  Ivan Storti/Santos FC

Guilherme Dias
Paulistano de 19 (com cara de 16) anos, estudante de jornalismo desde 2021 e também apaixonado pelos esportes. Principalmente pelo futebol, como (quase) todo brasileiro é.