Atuações ruins, resultados bons – O Vasco invicto da Série B

Em suma, na tabela, o invicto Vasco da Gama está no G-4. São três vitórias e quatro empates, com 13 pontos e vencendo os confrontos diretos, como a partida contra o Bahia. Decerto, na teoria, o cenário está perfeito. Entretanto, durante os 90 minutos, as coisas não são assim.

Portanto, as críticas ao coletivo ainda persistem e o eleito para levar esta culpa é o treinador Zé Ricardo. Dentro das quatro linhas, o time não apresenta boas soluções e sofre demais para conseguir as construções de jogadas para marcar. Ainda assim, um problema de 2021, se tornou arma de 2022: bola parada.

Dos sete gols pró dos cariocas, cinco foram de jogadas de escanteio ou faltas. Decerto, o ponto é a única alternativa, neste momento, para se chegar a baliza. Ainda assim, o treinador Zé Ricardo garante que o time está sim, evoluindo:

“Falei para eles no vestiário: certamente nosso melhor estaria por vir. Temos muita coisa para evoluir. Mas, certamente, se a gente se aplicasse, procurasse fazer o que a gente estava fazendo, com e sem a bola. Eu tenho certeza que a gente estava preparado para fazer o nosso melhor. Logicamente que precisamos evoluir, foi uma entrega incrível, a torcida percebe, se identifica com algumas características, como a coragem que nunca vai faltar. A gente está tentando evoluir. Foi uma vitória sobre uma equipe de nível, com um grande treinador que é o Guto. Legal que a gente está conseguindo recuperar alguns jogadores nas partes físicas e técnicas”.

Foto destaque: Reprodução/Vasco

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!