Pressionado pelos últimos jogos, Mohamed supera Cuca no Atlético-MG

 

O treinador do Atlético-MG, Antonio Mohamed, começou a sentir pressão no cargo após empatar com Coritiba e Goiás, pelo Campeonato Brasileiro, e com o Independiente Del Valle, pela Libertadores. A sequência sem vitórias gerou críticas dos torcedores alvinegros, que ficaram frustrados com algumas partidas. Mas o argentino não está por baixo. Pelo menos, não nos números.

O que mais você pode conferir neste post: [Ocultar]

Apesar das críticas por parte da torcida, os números mostram o início forte do treinador à frente do Atlético-MG. Comparado ao seu antecessor, Cuca, que fez história no clube, em seus primeiros 23 jogos, o aproveitamento do antecessor é menor do que em relação ao “El Turco”.

Antonio Mohamed, nesse sentido, comandou o Galo em 23 oportunidades até aqui nesta atual temporada e tem aproveitamento de 78%. Como resultado, foram 16 vitórias, seis empates e apenas uma derrota, além de dois títulos conquistados (Supercopa do Brasil e Campeonato Mineiro).

Com Cuca, os números são próximos, mas não o suficiente para ultrapassar o técnico argentino. Nos 23 primeiros jogos treinando a equipe, em sua última passagem, por exemplo, foram 16 vitórias, quatro empates e três derrotas. Um aproveitamento de 75% e, além disso, um título conquistado, o Campeonato Mineiro.

Estão satisfeitos com o atual treinador?

Questionado ao longo da semana por conta da pressão sofrida para o lado de Antonio Mohamed, o diretor de futebol do Atlético-MG, Rodrigo Caetano, mostrou otimismo com o trabalho do argentino, bem como se diz satisfeito com o técnico.

“A gente respeita a opinião do torcedor. Mas, a gente não pode considerar o que se pratica nas redes sociais, porque é uma minoria ácida e exigente. Nós, do departamento de futebol, não nos pautamos quanto a isso. Os números do Toni falam por si. Tudo aquilo que o Galo tinha para conquistar, ele conquistou. Sendo assim, os dois campeonatos que se encerraram nesta temporada nós vencemos. Ele vem realizando um grande trabalho. Todo mundo está muito satisfeito com ele”, disse o dirigente.

Foto destaque: Divulgação / Pedro Souza / Atlético-MG

André Merice
A sensação de poder transmitir uma sentimento à cada leitor é o que me move. Ainda assim, sou somente mais louco apaixonado por futebol, que fez da escrita e do esporte a sua vida!
Você está aqui
Futebol Na Veia > Notícias > Pressionado pelos últimos jogos, Mohamed supera Cuca no Atlético-MG