Atlético-MG: Rubens Menin projeta 2022 ainda melhor

Um dos principais apoiadores financeiros do Atlético-MG, Rubens Menin, enalteceu as conquistas da temporada, mas projetou um 2022 ainda melhor.

Em entrevista ao ge, conselheiro, que ajudou a tirar o clube de um buraco e consequentemente colapso desportivo, revelou que a previsão é de não ter nenhum empréstimo dos chamados 4R's para o ano que vem.

“Em 2022, não será necessário nenhum empréstimo, porque o grosso dos problemas já foi sanado. E em 2023 teremos nossa arena, que aumentará ainda mais nosso orçamento. Sou muito otimista, mas muito realista. Vejo um caminho sensacional para o Atlético”

Juntos, eles trouxeram praticamente todos os reforços que brilharam em 2021. Foram quase R$ 200 milhões em contratações. Chegaram Nacho, Hulk, Diego Costa, Dodô e Tchê Tchê. Hoje, o elenco do Atlético é avaliado em R$ 1 bilhão.

Veja alguns trechos da entrevista de Rubens Menin abaixo:

Qual a sua avaliação do ano de 2021?

“Quando começou o ano, tínhamos muita esperança. Sabíamos que o Atlético tinha um time muito bom. Mas ganhar o Triplete Alvinegro, sinceramente, foi uma surpresa. Uma surpresa boa. Acho que merecida. Depois que passou, vimos que o time do Atlético sobrou, jogou muita bola. O time muito unido. Foi sensacional, sem palavras”

“O Atlético tem uma disciplina, um planejamento financeiro que faz a diferença. A gente não vendeu R$ 100 milhões em direitos de jogadores. Mas tivemos mais receita de bilheteria, mais receita de patrocínio, de Manto da Massa. Premiação melhor. Uma série de coisas. Um saldo positivo. Moral da história? Acabamos 2021 com o caixa sem dever nada. E ainda pagando um dinheirão de dívidas passadas, como as da Fifa. Foi um ano muito bacana do ponto de vista de planejamento financeiro para o Atlético”

“Sinceramente, não me lembro de ter acontecido no Atlético. Pode ter acontecido. Mas foi tudo em dia, gente! É brincadeira. Da conta de luz ao salário. É algo que faz a diferença. Não acredito em equipe de futebol que tenha sucesso permanente e sustentável sem um planejamento financeiro adequado”

Há tempo para o conselho decidir a venda do Diamond já em 2022?

“Acho que sim. Temos alguns planos para o ano que vem. Primeiro é acabar de construir a Arena MRV. Iremos terminar a parte do estádio, propriamente dita, em outubro. Depois, os arredores, o acesso, a parte externa, que terminará até o início de 2023. Temos que cuidar da parte patrimonial do Atlético. Construção de supermercado, prédio. E a venda do Diamond Mall, na hora que o conselho do Atlético entender que é melhor para discutir, irá se reunir. Temos um conselho de altíssimo nível”

O que eu falo. Os 4Rs já fizeram a parte deles em termos de investimento. Vamos trabalhar em gestão. Não será necessário que nos façamos aportes em 2022. O orçamento foi sem aporte nosso. O que aconteceu em 2020 e 2021 foram os imprevistos como Fifa, etc.. A gente acha que em 2022 não haverá imprevistos e o Atlético poderá caminhar com pernas próprias”

Por fim, é possível que 2022 seja ainda melhor para o Atlético-MG?

O futebol sempre existe imprevisto. Da mesma forma que o Victor defende um pênalti de bico e somos campeões, podemos bater um pênalti na trave e perder o título. Então, futebol é assim. Mas o time do Atlético, do jeito que está, e com reforços que virá, com certeza será considerado favorito nas competições. Evidentemente há outras forças, o Palmeiras e o Flamengo tem times fortes. Mas o Atlético será muito mais respeitado do que era. Para isso, é importante manter esse espírito, essa gestão que o Atlético tem hoje”

André Merice
Sou somente mais um louco apaixonado por futebol!