Atlético-MG receberá pagamento por Chará

Mesmo com o sucesso em 2021, o Atlético-MG ainda tem muitas contas para pagar em 2022. Junto com as conquistas, entrará também recursos vindos de negociações. Uma delas, envolvendo a transferência de Yimmi Chará.

A princípio, o colombiano foi vendido ao Portland Timbers, da MLS, por 6 milhões de euros. Portanto, ficou combinado que a equipe norte-americana pagasse boa parte à vista, e mais duas prestações de R$ 4 milhões (cada) para janeiro de 2021 e janeiro de 2022.

“Em 31 de dezembro de 2019, o Clube assinou o contrato de venda de sua parcela total de 30% dos “direitos econômicos” do atleta Yammi Yavier Chara com o Major League Soccer, 6 milhões euros o equivalente em R$ 24 milhões de reais, em 3 parcelas no valor bruto, certo e com ajustes, a receber, respectivamente, em 15/01/2020 (R$16.124.000), 15/01/2021 (R$4.031.000) e 15/01/2022 (R$4.031.000)”

Chará chegou ao Atlético-MG por também US$ 6 milhões, em 2018, junto ao Junior Barranquilla. A contratação gerou problemas financeiros ao Galo. Como resultado, causou problemas com a Fifa. Pelo Alvinegro, participou de 68 e fez dez gols.

Na última temporada, anotou seis gols em 34 partidas da MLS. Ainda assim, a equipe de Yimmi foi vice-campeã da MLS, perdendo a final para o New York City, em 11 de dezembro.

Foto destaque: Reprodução/ MLS

André Merice
Sou somente mais um louco apaixonado por futebol!