Após ser acusado de vandalismo, Hulk notifica Goiás judicialmente e exige retratação pública

O confronto do último sábado (30), entre Goiás e Atlético-MG pela 4º rodada do Brasileirão foi repleta de polêmicas, dentro e fora de campo. A maior delas envolvendo o atacante Hulk, que foi acusado de chutar e quebrar a porta onde fica o vestiário da arbitragem.

O que mais você pode conferir neste post: [Ocultar]

Segundo informações da assessoria do Goiás, o camisa 7 teria chutado e quebrado a porta de um dos vestiários do estádio após o jogo, devido ao empate no jogo. No entanto, em suas redes sociais o jogador negou e acusou o clube esmeraldino de ‘Fake News'.

Com isso, nessa segunda-feira (2), segundo informações do GE, após Hulk ter negado ser o autor do vandalismo, o jogador emitiu uma notificação extrajudicial ao Goiás, com pedido de retratação pública.

A informação do suposto chute de Hulk no vestiário da arbitragem aconteceu em um aplicativo de mensagem pela assessoria do clube. O Atlético-MG, informou que o atleta não foi o responsável pelo ato, pois se encontrava em outra área do estádio no momento. O Galo, entretanto, não conseguiu identificar o autor.

Na notificação extrajudicial, Hulk “refuta veementemente” a acusação do crime de vandalismo e que o Goiás, de forma amigável, venha a público fazer a retratação do caso, impedindo assim que o fato siga prejudicando a imagem do atleta.

Por fim, o jogador exigiu um prazo de 24h para a retratação. Contudo, caso isso não aconteça, Hulk irá tomar ações judiciais e esportivas.

Foto destaque: Divulgação / Pedro Souza / Atlético-MG

André Merice
A sensação de poder transmitir uma sentimento à cada leitor é o que me move. Ainda assim, sou somente mais louco apaixonado por futebol, que fez da escrita e do esporte a sua vida!