Jorge Sampaoli na mira do Atlético-MG

Após deixar o comando técnico do Santos, na última terça-feira (10), Jorge Sampaoli ainda está com o futuro indefinido. O treinador está sendo disputado por inúmeros times. Sendo assim, depois de não acertar um contrato com o Palmeiras, agora quem também entrou para a jogada foi Atlético-MG. Entenda melhor a história do argentino com os clubes brasileiros:

Capítulo 1: Sampaoli x Santos

No Santos, rescindiu o contrato. Em entrevista a agência ‘Efe‘, nesta segunda-feira (17), em Madri, Sampaoli afirmou que “para o próximo ano, o clube tinha uma transição que não permite fazer coisas importantes na Libertadores ou no torneio local, assim decidimos cortar o vínculo. O melhor para o Santos e para mim, não coincidindo nossas posturas, é cada um seguir seu caminho”.

Capítulo 2: Sampaoli x Palmeiras

No Palmeiras, não houve acordo. Para assumir o comando de um novo time em 2020, o ex-técnico do Peixe tem uma certa lista de requisitos. Dessa forma, dentre eles, uma alta quantia de dinheiro. Na tarde do sábado (14), o Alviverde Paulista anunciou que não houve algum acordo financeiro com o argentino e que a negociação já estava encerrada. Não demorou muito, logo no domingo (15), o clube comunicou a contratação do técnico Vanderlei Luxemburgo por dois anos.

Capítulo 3: Sampaoli x Atlético-MG

Dessa forma, Jorge Sampaoli está com o futuro indefinido. No entanto, não é por falta de interesse dos clubes em seu trabalho. Agora, há mais um time na jogada pelo comandante: o Atlético-MG. Com a contratação do argentino como o seu plano A neste momento, o clube mineiro tenta a última cartada para convencer Sampaoli a se mudar de estado.

Entretanto, o técnico quer receber 4,5 milhões de euros livres por ano, algo equivalente a R$ 20,5 milhões na cotação atual – o mesmo seria pago a ele e aos seus auxiliares. Com o montante diluído em 12 meses, a comissão técnica custaria R$ 1,7 milhão por mês. Mas, mesmo ciente dos números, o Galo tenta viabilizar a contratação com apoio de investidores parceiros.

À Efe, porém, Sampaoli não quis dar muitos detalhes sobre seu futuro, mas deixou claro o tipo de proposta que espera receber: “Vou para onde o futebol disser, onde eu esteja perto da expressão futebolística que me faz feliz dentro de um campo do jogo. Para um lugar em que eu certamente seja feliz”, afirmou o treinador argentino.

Sendo assim, o clube mineiro terá um último encontro com Sampaoli para definir se poderá contar com o comandante. No entanto, a probabilidade do técnico acertar com o Galo é baixa. De acordo com ele, “o Brasil é um país muito exigente, o Flamengo avançou muito na comparação com os demais, e minha ideia de ficar no país era para brigar pelo torneio (Brasileirão). Isso não aconteceu”, dando a entender que não permanecerá no país em 2020.

Contudo, se realmente não chegarem a um acordo, o Galo já tem outros técnicos em mente. Miguel Ángel Ramírez, do Independiente del Valle (EQU), é outro nome que agrada. Seja Sampaoli, ele, ou outro treinador, a intenção da diretoria do Atlético-MG é de fechar com o novo treinador ainda antes das comemorações de final de ano.

Avatar
Renata Toddai
Renata Toddai, 21 anos, recém-formada em jornalismo pela PUC-Campinas e apaixonada por esportes, principalmente pelo futebol. Fiz um curso de jornalismo esportivo, recentemente, com o referência no segmento, Alexandre Praetzel, e desde então a minha certeza em vivenciar a comunicação esportiva só aumentou. Hoje, sou redatora em uma agência de marketing digital e escrevo para o FNV.
http://redacao%20fnv

Artigos Relacionados