Atlético-MG abre vantagem no primeiro tempo, mas Coritiba busca o empate

 

Em duelo válido pela 3ª rodada do Brasileirão, no Independência, em Belo Horizonte, Atlético-MG e Coritiba empataram por 2 a 2, neste sábado (23). Savarino, duas vezes, assinalou para o Galo, enquanto Igor Paixão e Adrián Martínez igualaram para o Coxa.

O Galo então chegou aos sete pontos e assumiu a liderança isolada da competição. E segue ampliando a sua invencibilidade jogando como mandante: 32 vitórias e agora cinco empates. O Coxa, em contrapartida, tem quatro pontos, na 7ª posição.

+ Atlético-MG x Coritiba como aconteceu – Resultado, destaques e reação

Primeiro tempo

O Coritiba, mesmo com quatro desfalques, começou bem, buscando jogar de igual para igual contra o campeão brasileiro. O Atlético-MG manteve seu estilo ofensivo, mas tinha problemas para chegar próximo do gol de Muralha. No entanto, aos 22 minutos, os mineiros chegaram ao gol em uma belíssima troca de passes e que resultou com passe de Nacho para Hulk e este, de primeira, tocou para Savarino marcar. Aos 35, após um escorregão de Biro, a bola sobrou para Savarino que entrou livre na área e completou para a rede: 2 a 0.

Segundo tempo

Em desvantagem, os paranaense voltaram muito melhor. A princípio, as entradas de Bernardo e Robinho nos lugares de Val e Régis deixaram o time mais solto. O treinador coxa-branca, Morínigo, viu que o lado direito era o mais frágil do rival alvinegro e, assim, colocou Fabrício Daniel para também atuar no setor. Fabrício, que tinha acabado de entrar, foi ao fundo e cruzou para Paixão diminuir, aos 16. Não demorou muito e Paixão cruzou para Adrian Martínez empatar, aos 33. O jogo, na reta final, ficou bem truncado. Por fim, o placar fez justiça ao que foi o duelo.

O próximo desafio do Atlético-MG

O próximo confronto do Galo será pela Conmebol Libertadores, nesta terça-feira (26), às 21h30 (horário de Brasília), contra o Independiente del Valle, no Equador.

Foto destaque: Divulgação / Pedro Souza / Atlético-MG

André Merice
A sensação de poder transmitir uma sentimento à cada leitor é o que me move. Ainda assim, sou somente mais louco apaixonado por futebol, que fez da escrita e do esporte a sua vida!