Atlético-MG: Diego Costa não deve ficar, afirma Caetano

Diego Costa ainda é jogador do Atlético-MG. As partes seguem negociando a rescisão, embora esteja um pouco longe de um desfecho. Ainda assim, Rodrigo Caetano, diretor de futebol, afirmou que mesmo assim é muito provável que o centroavante não permaneça para 2022.

A saída de Diego Costa do Atlético-MG é um dos temas mais tratados nos últimos dias. Nesse sentido, pela primeira vez, houve um pronunciamento oficial sobre o assunto. E quem falou foi Rodrigo Caetano, diretor de futebol.

“É muito provável que não esteja nesta temporada por tudo que relatei. Seguem as conversas para ter um denominador comum. Não haveria multa para ambos os lados. Fazer a melhor solução possível para que ele fique feliz na passagem pelo Galo e tendo ele como um dos integrantes, dos colegas desse grande ano que realizamos em 2021″

A possibilidade de Diego Costa deixar Belo Horizonte começou a ser ventilada no mês passado. O pedido de saída, entretanto, partiu do hispano-brasileiro, alegando motivação pessoal e de adaptação, segundo Caetano.

“Ele nos procurou, manifestando o desejo de sair. Os motivos foram de adaptação, questões pessoais. Quando vai para a questão pessoal, você não tem muito como argumentar ou contrapor. Tentamos demover da ideia. Ficou até o final, foi peça importantíssima, participou das conquistas. Um atleta extremamente sanguíneo e competitivo”

Por fim, o contrato de Diego vai até o final deste ano. A princípio, o principal interessado em contar com ele no futebol brasileiro é o Corinthians, mas é muito provável que o jogador retorne ao futebol europeu.

Foto destaque: Divulgação / Pedro Souza / Atlético-MG

André Merice
Sou somente mais um louco apaixonado por futebol! 

Deixe um comentário