Atlético-MG anuncia investimento nas categorias de base para 2022

Na última quinta-feira (5), o Atlético-MG realizou o ‘Galo Business Day‘, um evento onde a diretoria do clube expõe todas as dívidas e ações orçamentárias da temporada. Bem como, as novidades para o futuro do clube.

Uma dessas novidades aconteceu logo no início do evento. Trata-se de um investimento nas categorias de base alvinegra. Segundo informações de Fred Ribeiro, do Ge, o Galo irá aumentar o número de observadores na área de captação das categorias de base para 40.

O diretor de futebol do Atlético-MG, Rodrigo Caetano, nesse sentido, falou sobre um novo projeto para as categorias de base.

“Um caso específico que estamos adotando também é, nas categorias de base, um processo específico de um intercâmbio de jovens jogadores africanos. É algo que tem pouca exploração pelos clubes brasileiros. O Galo, dessa maneira, vai tentar caminhar num sentido um pouco diferente dos demais. Quem sabe, através de um continente que dispõe de bastante qualidade, que abastece muitos países – principalmente a França -, com uma boa condição física. Vamos tentar usar isso como um projeto piloto”, afirmou.

Por fim, Caetano também comentou sobre outras mudanças para as categorias de base. Como informou Fred Ribeiro, terá um aumento no número de observadores para a área de captação. A princípio, o Atlético-MG tem 11 profissionais. Assim, com a mudança passará a ter 40.

“O time irá implementar um software próprio para registro e controle de relatórios de jogos. O Atlético-MG já possui o CIGA, Centro de Informações do Galo, que foi desenvolvido para aprimorar o processo de de analise de desempenho”, disse.

Foto destaque: Reprodução / Atlético-MG

André Merice
A sensação de poder transmitir uma sentimento à cada leitor é o que me move. Ainda assim, sou somente mais louco apaixonado por futebol, que fez da escrita e do esporte a sua vida!