Atlético-MG: André Cury ganha pedido contra o clube

O  Tribunal de Justiça de São Paulo restringiu o Atlético-MG de efetuar possíveis vendas de Guilherme Arana, Guga e Allan. O pedido partiu do empresário André Cury.

O empresário André Cury conseguiu o pedido para impedir que o Atlético-MG tenha a efetivação de futuras negociações envolvendo Guilherme Arana, Guga e Allan. O “sim” é uma continuidade sobre o pedido de bloqueio da premiação do Galo dos títulos nacionais conquistados em 2021.

A nova decisão saiu na última terça-feira (11). No dia 5 de janeiro, a Justiça de São Paulo já havia determinado que a CBF recolhesse parte da premiação milionária ganha pelo Atlético-MG com as conquistas do Brasileirão e da Copa do Brasil de 2021. No entanto, isso não aconteceu. O motivo disso tudo é uma dívida de cerca de R$ 1,4 milhão com o agente André Cury, pela compra do atacante Franco Di Santo, no ano de 2019. O empresário acionou o clube para cobrar os valores.

Foto destaque: Reprodução / Atlético-MG

André Merice
Sou somente mais um louco apaixonado por futebol! 

Deixe um comentário