Atlético de Madrid negocia empréstimo de Marcos Alonso, do Chelsea (Foto: Reprodução/Getty Images)

O futuro de Marcos Alonso deve ser longe do Chelsea. Após a chegada de Ben Chilwell, o espanhol perdeu espaço com Frank Lampard e está atrás de Emerson Palmieri na hierarquia. Assim, sabendo da situação do atleta, o Atlético de Madrid demonstrou interesse na contratação do jogador. Dessa forma, de acordo com o jornal “The Independent”, os Colchoneros desejam um empréstimo junto aos ingleses.

Atualmente contando com Renan Lodi e Ferreira Carrasco para o setor, o técnico Diego Simeone deseja uma nova opção. Acostumado a atuar como ala em um esquema com cinco defensores, Marcos Alonso desponta como o primeiro na lista do treinador. Assim, a expectativa é que o time espanhol faça uma oferta oficial em janeiro, quando se abre a janela europeia.

https://twitter.com/PremierTiempo/status/1343564244890095621

Com contrato até 2023 com o Chelsea, Marcos Alonso faz parte da lista de negociáveis do clube. O espanhol, assim como Emerson Palmieri, perderam espaço com a chegada de Chilwell. Assim, a tendência é que recebam ofertas na próxima janela. Por outro lado, a expectativa é que caso um deixe o time, o outro deverá permanecer.

Revelado pelo Real Madrid, Alonso logo se mudou para a Inglaterra em 2010, quando atuou pelo Bolton. Em seguida, o atleta se transferiu para a Fiorentina, de onde foi emprestado ao Sunderland. Em seu retorno, o espanhol se firmou na Viola, chamando a atenção do Chelsea em 2016. Na ocasião, os Blues pagaram 23 milhões de euros pela sua contratação.

Na atual temporada, Marcos Alonso tem apenas três jogos pelo Chelsea. Ao todo nos Blues, o lateral soma 152 jogos disputados, com 22 gols marcados e 17 assistências feitas para os companheiros.

Foto Destaque: Reprodução/Getty Images

Renan Liskai
Muito prazer! Sou Renan Liskai, paulista, natural de Santo André. Desde 1998 falando, respirando, sorrindo, chorando e enlouquecendo por futebol. A vida de goleiro não deu certo, mas o jornalismo sempre esteve ali. Descobri que se não podia estar dentro de campo ou das quadras, eu poderia estar do lado de fora, mas sempre vivendo tudo isso. Sou daqueles que não perde um jogo de futebol por nada, seja ele qual for. Costumo dizer que esse esporte é assunto mundial e que não há uma pessoa no mundo que nunca tenha falado sobre tudo que acontece dentro e além das quatro linhas. Assim como todo mundo, carrego uma história e experiências. Sou filho, irmão, neto, amigo e sempre serei um eterno aprendiz dessa vida.

Artigos Relacionados