Atlanta United na expectativa pela volta de Josef Martínez

Nesta sexta-feira (4), em entrevista coletiva o técnico do Atlanta United, Frank de Boer, disse que está nas mãos de , sua volta aos gramados. O atacante sofreu uma lesão na perna direita, na partida contra o San Jose Earthquakes, no último dia 21, mas voltou a treinar nesta semana junto com o grupo.

Para Emerson Hyndman, meia do time, a volta de Martínez é importante e motiva a equipe.

“É ótimo vê-lo de volta. Obviamente, ele é uma grande perda para a equipe, não com a quantidade de gols que marcou para nós, mas também pelo impacto que ele traz à nossa equipe.”

https://twitter.com/ATLUTD/status/1179459028193353733?s=20

Sobre a lesão

Todos do Fives Stripes temiam pelo pior, pois a lesão poderia marcando gols.

A briga de Atlanta

Sem ele, a equipe da Geórgia fez duas partidas, empatando uma e perdendo a outra. Nesta sequência, o clube marcou dois gols apenas e tomou cinco, sendo quatro no duelo contra o New York City, fora de casa. O Atlanta briga pelo 2º lugar da Conferência Leste, com 55 pontos, os mesmos do Philadelphia Union. No domingo (6), os atuais campeões recebem o New England Revolution com tranquilidade, já que o rival também está classificado aos playoffs.

Carreira

Josef Martínez tem 26 anos, é natural de Valencia-VEN e começou sua carreira no Caracas. Ele teve passagens pelo futebol europeu, onde jogou no Young Boys, FC Thun e Torino. Porém, perdeu espaço e rumou direto aos Estados Unidos. No entanto, ele se encontrou em 2017, Na Terra do Tio Sam, ano de estreia de seu clube na MLS. Em 2018 conquistou o título do torneio, sendo artilheiro e tendo o recorde de 31 gols marcados numa mesma temporada e ainda foi MVP. Em 2019, em contrapartida, esse número já foi igualado por Carlos Vela.

Avatar
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados