O Bahia enfrenta o Corinthians nesta quinta-feira (28), pelo jogo atrasado do Campeonato Brasileiro. Dessa forma, o adversário sofreu um surto de Covid-19, e perderá 10 jogadores para a partida. Entretanto, em entrevista o atacante Gilberto tratou de não focar no assunto, afirmando que o Tricolor precisa se concentrar e focar apenas dentro do gramado.

Acho que a gente tem que focar na nossa produção, melhorar alguns aspectos, melhorar bastante, conseguir fazer um bom jogo. O resultado será consequência do bom jogo que fizermos” Afirmou

Além disso, vale destacar que o Corinthians não terá, Otero e Léo Natel, suspensos, e Cazares machucado. Assim, precisando do triunfo o atacante pediu atenção e uma maior entrega dos atletas para vencer o duelo.

Acho que a temporada toda está deixando que a gente tem que se dedicar ao máximo, fazer tudo do começo ao fim do jogo. A qualquer momento podemos fazer um gol, garantir um resultado que será muito importante”.

THIAGO

Posteriormente, Gilberto ainda defendeu o atacante Thiago, que contra o Sport perdeu uma oportunidade clara de gol, quando o duelo ainda estava zerado.

“A gente tem que passar tranquilidade. É um garoto com potencial enorme, muito agudo. Acho que por se tratar de uma decisão, mais uma que a gente tem, o torcedor ficou chateado. Mas tenham paciência, ele vai nos ajudar bastante nessa reta final. Estou todos os dias aqui para orientar quem quer que precise. Se ele precisar da minha orientação, assim como fiz no jogo, quando aconteceu o momento decisivo dele poder fazer uma jogada e um gol, falei para ele ter calma. Ele estava um pouco sem ângulo para chutar da forma que chutou. São detalhes do jogo. Também não podemos colocar a culpa em um garoto de 19 anos. A gente tem que fazer nosso trabalho e fazer bem feito, assim ele vai conseguir nos ajudar”. Afirmou.

DADO CAVALCANTI

Por fim, o atacante Gilberto, ainda tratou de enaltecer o trabalho que Dado vem realizando até agora a frente da equipe.

Trabalho é excelente. Dado é uma pessoa de suma importância para o Bahia. Mostrou para nós que conseguimos jogar um bom futebol e que podemos conseguir resultados importantes. Em algum momento as coisas não saem como queremos, mas nesses momentos, como falam os mais antigos no clube, devemos assumir a responsabilidade. Por isso estou aqui, por isso vou fazer de tudo para tirar o Bahia dessa situação”. Finalizou

Foto Destaque: Divulgação / Felipe Oliveira

Gilvan Rodrigues
Gilvan Junior, 20 anos, natural de Feira de Santana, estudante de jornalismo pela FAT. Desde pequeno, meu principal assunto era o esporte. Sempre acompanhado programas, sites, etc. Decidir, partir pra área que me dará a oportunidade de viver daquilo que mais amo. O futebol.

Artigos Relacionados