Claudinho

Nesta sexta-feira (19), o meia Claudinho, do Red Bull Bragantino, comemora cinco anos do seu primeiro jogo na carreira. Seu primeiro confronto aconteceu em 2016, quando o Corinthians goleou o Linense por 4 x 0, pelo Campeonato Paulista.

Assim, sobre o momento, Claudinho fala:

“Fico muito feliz em comemorar esta marca em minha carreira. Lembro como se fosse hoje quando comecei. É uma alegria muito grande saber que passei por cima das dificuldades e problemas, e consegui vencer os obstáculos com a ajuda de Deus, da minha família, amigos, empresários e companheiros dos clubes que atuei. Obrigado a todos”, comemora Claudinho.

Assim, o camisa 10 do Bragantino foi o jogador mais premiado individualmente desde a criação do prêmio da CBF, quando levantou troféus de artilheiro, craque do campeonato e revelação. Além disso, esteve na seleção do Brasileirão da temporada passada.

O Transfermarkt avaliava Claudinho em 950 mil euros depois da até então sua melhor temporada na carreira – em 2019, quando ajudou a equipe de Bragança Paulista a conquistar a Série B, marcando nove gols e dando 11 assistências. Enquanto isso, agora, após 18 gols e seis assistências na Série A, o seu valor chega a 8,5 milhões de euros. Este aumento corresponde a incríveis 794,7% e faz com que o atleta esteja muito em alta.

100 jogos

Recentemente, o atleta ultrapassou a marca de 100 jogos com a camisa do Red Bull Bragantino, na partida contra o Atlético-GO. Além disso, com 18 gols, Claudinho foi o principal artilheiro do Massa Bruta em uma só edição do Brasileiro. Dessa forma, superou o atacante Kelly, que marcou 11 tentos em 1995. No time de Bragança, Claudinho já fez 30 gols em 105 partidas.

O meia-atacante também entrou para a lista de goleadores por times do interior de São Paulo. Dessa forma, Claudinho é o quarto jogador a conseguir esse feito desde 1971, quando o torneio passou a se chamar Campeonato Brasileiro.

Foto destaque: Divulgação/

Lauren Berger
Lauren Berger, gaúcha e apaixonada por futebol. Cresci vendo grandes nomes do Brasil em campo e um sentimento especial cresceu em mim. Vi Ronaldinho Gaúcho, Fernandão, Cristiano Ronaldo, Iniesta e foi amor à primeira partida. Estudo na Universidade Luterana do Brasil-RS.