O futuro de Eran Zahavi parece ser bem longe da China. Podendo assinar um pré-contrato com qualquer equipe, o israelense sensação da Superliga Chinesa está no radar de clubes da Europa e principalmente do Los Angeles FC, dos Estados Unidos. De acordo com o portal YNET, o atacante analisa com bons olhos uma transferência, visto que a Associação Chinesa de Futebol vem adiando repetidamente o inicio do nacional no país mais populoso do mundo.

Zahavi em Hollywood?

Uma série de fatores dificultam a permanência de Zahavi no Guangzhou R&F. Um deles é o novo teto salarial para estrangeiros da CSL, bem abaixo do valor atual de seu contrato, que gira em torno de 12 milhões de dólares. Contudo, mesmo que se mude para a MLS ou Europa, definitivamente haverá uma queda substancial em seu salário. Portanto, a principal causa de sua possível saída é a indefinição do começo da temporada na China.

Dessa forma, a mídia israelense YNET, em seu site e jornal, noticiou que o artilheiro da última edição do Campeonato Chinês com 29 gols está em contato com o Los Angeles FC. A equipe é comandada por Bob Bradley e conta com o mexicano Carlos Vela como principal jogador. Além disso, um de seus acionistas é o ex-jogador de basquete Magic Johnson. Contudo, não são apenas os americanos que estão de olho no artilheiro.

O futebol europeu, prioridade de Zahavi, também analisa sua contratação. Vale lembrar que o Tottenham quase fechou com o atleta na última janela de inverno. A negociação só não foi concretizada, segundo a imprensa britânica, pois o acordo não foi finalizado a tempo. Ainda mais, o Maccabi Tel Aviv, de Israel, onde o atacante é ídolo, é outro time que monitora a situação e gostaria de contar com o matador.

https://twitter.com/HartungLeo/status/1276657971137740805

Foto destaque: Reprodução/Getty Images

Avatar
Leonardo Abrahão
Leonardo Abrahão, 20 anos, paulistano e estudante de jornalismo na Universidade Nove de Julho. Redator do Futebol na Veia desde 2019, cobrindo futebol italiano, asiático e brasileiro.

Artigos Relacionados