Arsenal confirma saída de quatro jogadores de seu elenco, entre eles o brasileiro David Luiz. (Foto: Reprodução/Chloe Knott/Getty Images)

Na última quinta-feira (3), o Arsenal confirmou a saída de vários atletas que terão seus contratos terminando no próximo dia 31 de junho. Principalmente, sem desejo de renovação em vista, quatro jogadores do time principal deixarão o clube. São eles David Luiz, Dani Ceballos, Martin Odegaard e Mathew Ryan. A decisão é tomada tendo como objetivo a renovação de um elenco que não teve sucesso na última temporada do futebol inglês.

ZAGUEIRO BRASILEIRO LIVRE NO MERCADO

Contratado pelos Gunners em agosto de 2019, junto ao rival Chelsea, David Luiz é o nome que mais chama a atenção. O zagueiro está com 34 anos e fez 73 jogos em dois anos. Além disso, marcou quatro gols e conquistou a Copa da Inglaterra de 2019/20 e a Supercopa de 2020. Informações dão conta de que o brasileiro pretende seguir no futebol europeu e pode retornar ao Benfica. Entretanto, seu nome também tem sido ventilado no Flamengo.

ARSENAL FAZ DEVOLUÇÕES DE EMPRÉSTIMO

Os outros três atletas estavam no clube do norte de Londres apenas por empréstimo, e voltam aos seus locais de origem. Assim sendo, o volante espanhol Dani Ceballos retorna ao Real Madrid, que o emprestou nas duas últimas temporadas. A saber, fez 77 jogos e marcou dois gols. Similarmente, o meia norueguês Martin Odegaard volta para Madri. O jogador de 22 anos foi emprestado pelos Merengues em janeiro deste ano, fez 20 jogos e dois gols.

Por fim, o goleiro australiano Mathew Ryan, de 29 anos, retornará ao Brighton. Da mesma forma, ele se juntou ao clube em janeiro de 2021, mas não terá seu vínculo estendido. A saber, ele atuou em apenas três partidas nesse meio tempo.

BAIXAS NO ARSENAL FEMININO E NA BASE

Além disso, os Gunners também confirmaram no mesmo anúncio a saída de Leoni Maier, defensora alemã de 28 anos do time feminino. Ela havia sido contratada em maio de 2019. Por fim, também sairão do clube quatro jogadores das equipes masculinas sub-23 e sub-18: Levi Laing, Joseph Olowu, Luke Plange e Jason Sraha.

Foto destaque: Reprodução/Chloe Knott/Getty Images

Davi Ferreira
Escolhi o jornalismo por causa da paixão pelo esporte, principalmente. Sempre acompanhei as mais diversas modalidades pelo mundo e pensava que só podia trabalhar com isso. Assim que entrei na faculdade e acumulei experiências, me apaixonei pela profissão em todos os seus aspectos. O que mais me atrai são os desafios e imprevisibilidades apresentados diariamente. Já participei de projetos de jornal impresso, portal de internet, transmissões de rádio, podcasts e produção de televisão. Estou sempre disposto a somar experiências, e me dedico com firmeza nas ideias em que acredito.

Deixe uma resposta