arqueiro

Ao redor do mundo, há diversas palavras que remetem àquele que protege o gol: porteiro, guarda redes, goalkeeper (geralmente abreviado para ‘goalie'), bem como uma mais antiga e clássica: arqueiro. Torcedores mais velhos e narradores antigos reproduzem com frequência este termo que atravessa décadas, e os indícios apontam que o mesmo apareceu em solo mexicano ainda no começo do esporte por lá, quando sua prática não tinha tantos recursos como nos dias atuais.

Terra fértil para histórias curiosas, o México é a possível pátria mãe desta expressão. O futebol passou a ser praticado no país no início do século passado, mas sendo um esporte recente e pouco difundido, ainda não contava com grande mobilização para que pudesse acontecer. Dessa forma, não haviam traves para que pudesse existir um gol com dimensões originais. Assim, os arcos das construções passaram a ser a meta, abrigando os tentos das partidas. Logo, aquele que defendia o arco passou a ser denominado arqueiro. A maioria destes, nos dias de hoje, costuma envergar  a camisa de número 1.

A CONTROVÉRSIA

Apesar disso, há quem diga que os primeiros arqueiros do futebol surgiram na Inglaterra. Os ingleses são pioneiros em quase tudo no futebol. Apesar de registros apontarem que povos antigos já praticavam esportes com bola há milhares de anos, a primeira federação, as primeiras regras e os primeiros times profissionais surgiram na Terra da Rainha. Sendo assim, as primeiras expressões têm origem no mesmo lugar. O goalkeeper, já citado, significa “cuidador do gol”, termo usado até hoje.

Quanto à expressão arqueiro, sua origem inglesa é parecida com a mexicana. A diferença é que esta teria surgido quando as partidas aconteciam nas universidades inglesas. Assim como vários tópicos do futebol, essa é uma discussão que nunca irá terminar, já que é pouco provável que ainda esteja vivo alguém que vivenciou este período. Além disso, a expressão não é tão popular no México hoje em dia, visto que é mais comum que chamem os goleiros  de “porteros”. Este fator contribui para que não haja uma reivindicação da autoria do termo. Mas, num consenso geral e justo, acredita-se que os primeiros arqueiros da história são mexicanos.

FOTO EM DESTAQUE: REPRODUÇÃO/MOSKABROWN/AS MEXICO

Murillo Bolhsen
Me chamo Murillo, tenho 20 anos e sou estudante de jornalismo. Decidi que queria juntar as minhas duas paixões: o futebol e o jornalismo, vivendo e convivendo com ambas em todas as ocasiões que eu puder.

Artigos Relacionados