Argentino: as últimas informação do futebol hermano

O Futebol Argentino ficou suspenso por cinco meses devido a pandemia do coronavírus. Nesta segunda feira (10) parte das equipes retomaram as atividades em seus centros de treinamentos. A última partida em solo argentino ocorreu no dia 16 de março deste ano pela Superliga.

Independiente

Mauro Molina atacante da equipe testou positivo para o Covid-19. Ao apresentar alguns sintomas passou por exames e foi diagnosticado com o vírus. O atleta está em boas condições e cumprindo o isolamento em casa.

https://www.instagram.com/p/Bk1BRTUgYrM/

Boca Juniors

Os Xeneizes retomaram as atividades no centro de treinamento, porém cumpriram um rigoroso protocolo. Entretanto cada atleta responderá um questionário antes de medir a temperatura. Ao chegar no CT, os jogadores devem responder a dez perguntas que serão enviadas através de um aplicativo. Em seguida, eles serão encaminhados e separados por tendas, na quinta-feira passaram por novos testes.

O time do Boca Juniors renovou o contrato do zagueiro Carlos Izquierdoz por mais dois anos. O atleta aceitou os termos que a liderança propôs para melhorar sua convivência no clube.

https://www.instagram.com/p/CDteIH3JsCV/

San Lorenzo

Os irmãos Angel e Oscar Romero se envolveram em mais uma polêmica no clube argentino. Os atletas teriam envolvimento com a saída do técnico Diego Monarriz, agora a nova polemica é retorno ao time, pois ambos permanecem no Paraguai desde que foram dispensados por conta da pandemia.

Nos últimos dias, o San Lorenzo solicitou que os jogadores se reapresentassem ao clube. Por conta do isolamento de 14 dias, algo que desagrada os jogadores, eles se recusaram a retornar para Argentina. Entretanto, utilizaram as redes sociais para comunicar que em breve retornaram ao clube.

https://www.instagram.com/p/B7oUB2Anc2P/

Racing Club

O jogador da La Academia, David Barbona, foi sondado pelo Godoy Cruz, um clube da Grécia e outro da Turquia. Como resultado, porém, recusou as propostas recebidas e permanece no clube argentino.

View this post on Instagram

@davidbarbona19 @racingclub extrañando los colores!

A post shared by DAVIDBARBONAFC (@davidbarbona_elreydavid) on

River Plate

Na última quinta-feira (6), o Conselho de Administração aprovou um protocolo de prevenção e ação em casos de violências de gêneros e uma cota obrigatória de 20%, onde as mulheres ocupara todas as funções no clube. Assim, os Milionários tornaram-se o primeiro time argentino a aprovar esta cota.

View this post on Instagram

Mientras viva tu bandera. ⚪️❤️⚪️

A post shared by River Plate (@riverplate) on

Clubes de Córdoba

Por conta da pandemia do coronavírus, o futebol argentino foi paralisado, porém nos bastidores possui situações adversas, como, a forma de disputa pelo restante da temporada, um novo formato ou até mesmo permanecer da mesma forma como iniciou a competição. Esta conversa será muito polêmica quando citarmos essa questão.

Foto Destaque: Reprodução/Twitter/AFA

Henrique Martins
Formado em jornalismo e frequentador de estádio desde dos meus 17 anos. Além de torcer sempre prestava atenção nos jornalistas que trabalhavam nas partidas. Através das arquibancadas a comunicação esportiva foi uma das minhas escolhas para trabalhar no jornalismo.

Artigos Relacionados