Na noite desta terça-feira (16), Argentina x Brasil se enfrentaram pela 14ª rodada das Eliminatórias para Copa do Mundo de 2022. Assim, com um empate de 0 x 0, mas um jogo bem pegado, onde saíram mais de sete cartões, as equipe continuam nas mesmas posições.

Assista aos melhores momentos de Argentina x Brasil

1 tempo: jogo pegado com uma cotovelada polêmica

No apito inicial, o jogo começou bem pegado e faltoso. Com o apoio de seus torcedores, a Argentina tomou iniciativa e dominaram os primeiros minutos. Entretanto, com duas escapadas de Vinícius Jr, foi o Brasil que criou as melhores chances, porém desperdiçou. O atacante Matheus Cunha tentou fazer o gol que Pelé não fez, mas a bola passou por cima do travessão.

Entretanto, a partida foi marcada com diversas faltas. Porém, o lance mais polêmico foi um lance entre o zagueiro argentino em cima do camisa 19 da Canarinho. Após passar bem pela marcação, Raphinha recebeu uma cotovelada de Otamendi, onde o jogador teve um corte na boca, tendo que dar cinco pontos, mas o juiz apenas mandou o lance seguir. Assim, as equipes foram para o intervalo com o placar zerado.

2º tempo: cinco cartões, mas nenhum gol

Na volta do intervalo, o jogo continuou bastante faltoso. A Argentina continuava pressionando, porém foi o Brasil que criou a melhor chance. Após um bate-e-rebate, o meia Fred chutou de fora da área, mas a bola parou no travessão. Nesse meio tempo, o juiz teve que aplicar mais de cinco cartões, sendo três para os mandantes e dois para seleção Canarinho. Apagado no jogo, o principal jogador argentino teve sua grande apenas no fim da partida, onde Alisson fez a defesa parcial. Assim, o jogo terminou zerado.

ARGENTINA X BRASIL – E AGORA?

Por fim, após o empate as seleções só voltam a atuar no em 2022, onde os técnicos convocam para as partidas entre os dias 27/01 à 01/02. Assim, a Argentina visita o Chile e recebe a Colômbia, enquanto o Brasil vai para o Estádio Olímpico, onde enfrenta o Equador, e depois volta e joga contra o Paraguai.

Foto destaque: Divulgação/Lucas Figueiredo/CBF

Enzo Pires
Tenho o sonho de trabalhar com o que eu mais amo, que é o FUTEBOL. Amante desse esporte desde criança, queria ser jogador, mas como não deu certo, agora eu busco trabalho com isso, só que fora de campo.