Argentina é a única a votar contra o calendário da Conmebol

- Claudio Tapia, presidente da AFA, desejava adiar a previsão de retorno da Libertadores, mas não foi apoiado pelas outras federações
Fachada da Associação do Futebol da Argentina

Na última sexta-feira (10), durante uma reunião por videoconferêcia, a Conmebol decidiu as datas de retorno das competições sul-americanas. A Copa Libertadores tem sua volta prevista para o dia de setembro, enquanto a Copa Sul-Americana será retomada no dia 27 de outubro. Entretanto, nem todas as federações concordaram com essas estimativas. A Associação do Futebol Argentino, através da figura do presidente Claudio Tapia, votou contra o calendário e propôs o dia 22 de setembro como alternativa, já que Argentina e Bolívia são os únicos países onde as equipes sequer voltaram aos treinamentos.

O futebol na Argentina está parado desde o dia 17 de março, quando todas as competições foram suspensas após o pedido do Ministro do Turismo e Esportes do país. O argumento do presidente da entidade máxima do esporte argentino é o de que, enquanto outros países do continente já retornaram aos treinos, os clubes de seu país ainda não. Sendo assim, essa condição traria uma desvantagem para os hermanos. Em contrapartida ao que acontece no Brasil, Paraguai e Uruguai, por exemplo, onde os campeonatos já possuem data para retornar e, assim, as equipes chegariam no torneio internacional com mais ritmo.

O IMBRÓGLIO PARA A VOLTA DO FUTEBOL NA ARGENTINA

Enquanto muitos países da América do Sul possuem definidas as datas de retorno, o futebol argentino ainda segue sem definição. O maior avanço feito, por enquanto, foi a aprovação pela AFA do protocolo para a volta dos treinamentos. No entanto, essa decisão ainda deverá passar pelo Ministro da Saúde do país. Ginés González García, a autoridade médica mais importante da Argentina, também criticou o calendário proposto pela Conmebol.

“Nós vamos tentar (chegar às datas). Evidentemente, foi uma data um pouco arbritrária que a Conmebol escolheu. Gostaria de pensar que tudo já passou, mas não passou, e nos estamos vivendo isso na América. Estamos em contato com a AFA, e depois do dia 17 de julho começaremos a conversar.”

Foto destaque: Reprodução / Brand Studio

Odilon Santiago

Sobre Odilon Santiago

Odilon Santiago já escreveu 19 posts nesse site..

Tenho 19 anos de sonho e de sangue e de América do Sul. Apaixonado pela escrita e pelo futebol, sobretudo naquele que é praticado em canchas latinas, com muito papel picado, catimba e cachorro invadindo o gramado. Um tango argentino me vai bem melhor que um Blues. Jornalista em formação pela Universidade São Judas Tadeu.

365 Scores

BetWarrior


Odilon Santiago
Odilon Santiago
Tenho 19 anos de sonho e de sangue e de América do Sul. Apaixonado pela escrita e pelo futebol, sobretudo naquele que é praticado em canchas latinas, com muito papel picado, catimba e cachorro invadindo o gramado. Um tango argentino me vai bem melhor que um Blues. Jornalista em formação pela Universidade São Judas Tadeu.

    Artigos Relacionados

    Topo