Na tarde desta sexta-feira (28), no Estádio do Maracanã, a Argentina derrotou a Venezuela pelo placar de 2 x 0, e avançou à semifinal da Copa América, onde enfrentará a seleção brasileira, que venceu o Paraguai. Com Messi tendo uma tarde apagada, os jovens Lautaro Martínez e Lo Celso foram os personagens principais da vitória Albiceleste. O artilheiro Rondón foi muito bem marcado por Otamendi e pouco fez pela Vinotinto.

1º TEMPO

Como já era de se esperar, a Argentina tomou a iniciativa do jogo. Logo aos 3′, a dupla de ataque argentina trabalhou e Agüero recebeu de Lautaro Martínez, finalizando de primeira, cruzado, obrigando o goleiro Fariñez a praticar bela defesa. O primeiro gol aconteceu aos 10′, quando a Albiceleste já havia conseguido cinco escanteios e estava com 80% de posse de bola. Na quinta cobrança de escanteio, Messi levantou na área, a bola passou por todo mundo, sobrou para Agüero finalizar de primeira e Lautaro completar de letra para o gol – a bola ainda passou por baixo das pernas de Fariñez.

A Vinotinto equilibrou a partida após sofrer o gol e subiu mais para o ataque, porém, sem conseguir finalizar com perigo à meta defendida por Armani. Aos 40′, a melhor chance venezuelana. Em cobrança de escanteio, o zagueiro Chancellor usou seu 1,98m para subir mais alto que toda a zaga argentina e cabecear com perigo.

https://twitter.com/Argentina/status/1144694284114890753

2º TEMPO

Com a Venezuela buscando o empate, aos 48′ já pintou o primeiro contra-ataque para os argentinos. O volante Paredes acionou Lautaro, que finalizou colocado, deslocando Fariñez, mas a bola bateu na trave. O técnico da Venezuela, Rafael Dudamel, colocou o atacante Soteldo na vaga do zagueiro Mago, para jogar como meia armador. Na sequência, o técnico Lionel Scaloni respondeu com a entrada de Di Maria, no lugar de Lautaro. Um buscava mais intensidade e o outro fortalecia seu contra-ataque.

A Venezuela trocava passes com calma para tentar chegar ao gol de empate. Aos 70′, a melhor chance de gol para os venezuelanos foi desperdiçada. O meia Rincón deu ótimo passe para o lateral-direito Hernández, que invadiu a área e finalizou para importante defesa de Armani. O castigo veio quatro minutos depois. Os argentinos pressionaram a saída e roubaram a bola. Agüero dominou e finalizou fraco, mas Fariñez falhou na tentativa de defesa e soltou nos pés de Lo Celso, que só teve o trabalho de tocar para o gol vazio. Foram 20 minutos, até o apito final, de uma Argentina esperando ainda mais a Venezuela, que dependia das jogadas individuais de Soteldo.

https://twitter.com/CopaAmerica/status/1144715354654027781

E AGORA?

Com a derrota, a seleção venezuelana se despede da Copa América. Já a Argentina volta à campo na próxima terça-feira (2), para enfrentar o Brasil, no Estádio do Mineirão, às 21h30 (horário de Brasília), em partida válida pela semifinal da competição.

MELHORES MOMENTOS

Edson Guimarães
Meu nome é Edson Guimarães, tenho 24 anos e sou estudante de Jornalismo. Minha paixão pelo futebol vem desde 2002, e com o tempo eu fui me apaixonando pelos meios de comunicação voltados ao esporte, até começar a fazer parte deles.

Artigos Relacionados