Após 15 anos, Óscar Tabárez não é mais treinador da Seleção Uruguaia

Antes de mais nada, na tarde desta sexta-feira (19), foi divulgado nas redes sociais da Seleção do Uruguai a demissão do Maestro Óscar Tabárez, após 15 anos de trabalho. Assim, a Federação Uruguaia já trabalha com um possível nome: Diego Aguirre, do Internacional. Bem como, o experiente técnico de 74 anos foi demitida junto com a sua comissão técnica. Dessa forma, o motivo que levou o desligamento do técnico foi os resultados obtidos com a Seleção.

Sobretudo, nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, a equipe está na 7ª posição com 16 pontos. Do mesmo modo, o Peru está em 5º com 17 indo para a repescagem. Nesse sentido, no momento, a Celeste está fora do Qatar. Antecipadamente, a federação do país falou que foi uma decisão difícil, afinal, foi muito tempo tanto jogando ou treinando a equipe.

Palavras do Comité Executivo da AUF

 “O Comitê Executivo da AUF tomou essa difícil decisão em virtude das circunstâncias presentes, comprometido com o futuro próximo e a obtenção de resultados que todos esperamos”, anunciou a AUF.

Em suma, a confederação já trabalha para trazer Aguirre. Entretanto, a direção Colorada desmente ter recebido algum tipo de contato. Ainda assim, mesmo com a pressão exercida sobre, ganhou apoio de jogadores como Suárez e Gimenez que o defenderam. Dessa maneira, o apoio foi depois de derrotas para a Argentina, no clássico de la Plata por 3 x 0, em Buenos Aires e para o Brasil por 4 x 1, em Manaus. Todavia, com novas derrotas para Los Hermanos e para a Bolívia, não teve jeito.

Além disso, revolucionou o futebol do país desde a base. Ao passo que, sem ele, a Seleção ficou de fora das Copas de 1994, 1998 e 2006. E com ele, disputou todas as edições até então. A princípio, chegou à semifinal em 2010. A AUF enalteceu o trabalho do maestro:

“Expressamos enfaticamente que esta decisão não implica desconhecer a importante contribuição de Tabárez ao futebol uruguaio” – diz o comunicado da AUF.

“Cumprimentamos e reconhecemos as fundamentais conquistas esportivas obtidas nestes 15 anos, que colocaram o Uruguai novamente nos primeiros lugares do futebol mundial”.

El Maestro Tabárez no Uruguai

Inicialmente, Óscar Washington Tabárez Silva (Montevidéu, 3 de março de 1947) é um treinador e ex-futebolista uruguaio que atuava como zagueiro. Como treinador, comandou a Seleção Uruguaia durante 15 anos, de 2006 a 2021. Tabárez sofre da Síndrome de Guillain-Barré, por isso tem seus movimentos limitados, andando com ajuda de uma bengala.

Nesse ínterim, ele é o treinador que mais comandou uma seleção nacional. Em 2017, ele chegou a ter 173 partidas oficiais. Assim sendo, também é o comandante que mais dirigiu uma seleção em Copas do Mundo: Ao todo, o treinador esteve à frente da Celeste em 226 partidas, com 109 vitórias, 57 empates e 60 derrotas.

Logo, no dia 6 de Julho de 2018, quando perdeu para a França por 2 x 0 nas quartas de finais da Copa da Rússia, Tabárez atingiu a marca de 20 partidas comandando a equipe. Atrás apenas  do alemão  Helmut Schön, que comandou a Alemanha em 25 partidas. Além disso, com 71 anos, se tornou o treinador mais velho comandando uma seleção em Copas. Entre os seus títulos podemos citar:

  • China Cup: 2018
  • Copa Kirin: 2013 e 2014
  • Copa América: 2011

Por fim, El Maestro deixa a Seleção Uruguaia bastante respeitado, não só no Futebol Sul-Americano, mas Mundial.

Foto Destaque: Diego Vara/Reuters

Caio Santos

Deixe um comentário