germán lux

O chamado do maior ídolo argentino não foi suficiente para tirar Germán Lux do Monumental de Núñez. Apesar do interesse do . Sendo assim, agora o vínculo do jogador, que havia se encerrado no dia 30 de junho, foi estendido até dezembro de 2021. Estes serão os últimos 18 meses do veterano arqueiro, que, logo após o final de seu novo acordo, pendurará as luvas após uma vitoriosa carreira. Além de Poroto, os Millonarios também renovaram com os jovens Julián Álvarez e Federico Girotti, e agora buscam um trato com Nicolás De La Cruz.

O comandante do River Plate, Marcelo Gallardo, considerava a renovação de Germán Lux muito importante para o clube. Isso porque, segundo Muñeco, o experiente jogador é fundamental para o ambiente interno na equipe, além de aconselhar os mais jovens do elenco. Por outro lado, com a saída do goleiro Jorge Broun, do Gimnasia y Esgrima, Poroto poderia fazer a diferença dentro de campo, algo impossível no Millonario, que conta com o excelente Armani em sua meta. Mesmo assim, a decisão do jogador de 38 anos já foi tomada e, provavelmente, sua identificação com o clube de Buenos Aires pesou muito nessa escolha.

A carreira de Germán Lux

O goleiro iniciou sua carreira no River Plate, sendo incorporado ao elenco principal em 2001. Na primeira passagem pelo clube foi três vezes campeão do Campeonato Argentino (2002, 2003 e 2004), além de ter sido o arqueiro daquela equipe da Argentina que conquistou a medalha de ouro nas Olimpíadas de 2004, em Atenas, e também ter convocações para a seleção principal. Depois de 73 partidas pelo Millonario, Germán Lux foi tentar a sorte na Europa. Sendo assim, o Mallorca adquiriu o passe do jogador. Por lá, foram quatro temporadas, até ser transferido ao Deportivo La Coruña, onde ficou por seis tempordas e venceu quatro vezes o Troféu Teresa Herrera (2012, 2014, 2015 e 2016).

Em 2017, após uma longa carreira na Espanha, Poroto decidiu retornar a casa. Nesta segunda passagem pelo River Plate, Germán Lux, já com seus 35 anos, não foi tão fundamental dentro de campo, mas ajudou internamente nas conquistas de duas Copas da Argentina (2017 e 2019), uma Copa Libertadores (2018) e uma Recopa Sul-Americana (2019). Em dezembro de 2021, a carreira do experiente arqueiro terá um ponto final, deixando um legado muito rico para os próximos goleiros da Argentina.

Confira algumas das belíssimas defesas de Germán Lux:

Foto destaque: Reprodução/Juan Mabromata/AFP

 

Odilon Santiago
Tenho 19 anos de sonho e de sangue e de América do Sul. Apaixonado pela escrita e pelo futebol, sobretudo naquele que é praticado em canchas latinas, com muito papel picado, catimba e cachorro invadindo o gramado. Um tango argentino me vai bem melhor que um Blues. Jornalista em formação pela Universidade São Judas Tadeu.

Artigos Relacionados