Passaporte Rússia – Você sabe qual é o apelido da Seleção Inglesa e o porquê?

- Na Inglaterra, o nome alternativo ao English Team necessita de um contexto histórico para ser entendido

Passaporte Rússia é mais uma coluna do Futebol na Veia que apresentará curiosidades de todas as seleções que participarão da Copa do Mundo deste ano. Este é o quarto de sete textos sobre a Seleção Inglesa.

A equipe que representa o futebol de certos países, por vezes, é também bastante conhecida por um apelido. Alguns são bem óbvios, como o Brasil ser chamado de Canarinho, a Itália de Azzuri, os franceses de Bleus, a Argentina de Albiceleste, e por aí vai. Outros, nem tanto. Na Inglaterra, o nome alternativo ao English Team necessita de um contexto histórico para ser entendido.

The Three Lions

“Os Três Leões”. Sim, essa é a alcunha da seleção inglesa de futebol. Se você acompanha a série Passaporte Rússia aqui no FNV, já notou, mas a verdade é que poucos sabem disso. Menos ainda são aqueles que conhecem a origem do apelido. A explicação está no brasão de Armas Reais da monarquia inglesa.

Brasão de Armas Reais inglês. (Reprodução)

Na Idade Média, época de poderosos impérios e dinastias, o uso de alguns animais era comum para representar o brasão de armas de uma nação – o leão era um deles. Com seu porte majestoso e sua imponência, o rei da selva intimida suas presas e protege seus semelhantes como poucos. Na heráldica inglesa, o desenho do felino foi adotado por Henrique II, no século XII. Porém, foi o seu sucessor, Ricardo I (ou Ricardo Coração de Leão, se preferir) que exibiu pela primeira vez o design com três leões passant-guardant (“passante” e “guardante” em termos heráldicos) em seu escudo. Este é o desenho da Royal Arms da Inglaterra.

O leão é tão simbólico e tão importante na cultura inglesa que está espalhado nas mais diversas manifestações. A estimativa é que existam mais de 10 mil esculturas em homenagem ao animal. No futebol, a “devoção” não é diferente. A Football Association tem no logo o mesmo desenho do brasão de Armas Reais em outras cores. Nele, tem também as Rosas de Tudor, que é a junção dos símbolos das casas de York e Lancaster naquela que ficou conhecida como a Guerra das Rosas.

O simpático Leo, mascote do time britânico, é um leão, e a Premier League tem o rei da selva como representante em sua logomarca. O troféu da principal competição do país também faz referência ao animal. Há uma coroa na parte superior e dois leões abaixo – um em cada extremidade –, sendo o capitão do time que levanta a taça o terceiro.  Adivinhe qual a espécie escolhida para dar vida a Willie e Pride na Copa de 1966 e nos Jogos Olímpicos de 2012 respectivamente? A mesma de Lofty, mascote do Bolton Wanderers: um leão.

Logo da Football Association (reprodução) e troféu da Premier League (via metro.co.uk).

São várias as manifestações. Os leões na Trafalgar Square e no memorial à Rainha Vitória, em frente ao Palácio de Buckingham; o leão de South Bank, próximo ao Big Ben; o leão do Museu Britânico, em Bloomsbury, e muito mais. O fato é que a seleção inglesa queira precisará muito mais do que três leões caso queira sonhar com o troféu da Copa do Mundo. Talvez uns 23, sendo 11 titulares.

Colaborou: Gabriel Bonani.

Seleção inglesa em partida disputada esse ano. (Reprodução/bookmaker-info.com)
Guilherme Guidetti

Sobre Guilherme Guidetti

Guilherme Guidetti já escreveu 57 posts nesse site..

Guilherme Guidetti, paulista, nascido em São Caetano do Sul no dia 17 de fevereiro de 1994, mas residente de Santo André desde os primeiros dias de vida. A paixão por futebol vem da família, enquanto o gosto por escrever foi herdado do pai, caminhoneiro. Habilidoso com a canhota – exclusivamente segura a caneta na mão –, realiza diariamente o sonho de ficar perto do esporte através do jornalismo. De apresentador de programa de rádio a assessor de imprensa, sua ainda curta carreira na profissão já foi o suficiente para saber que faz aquilo que mais ama – e o faz com a mesma paixão com que joga bola com os amigos.

BetWarrior


Poliesportiva


Guilherme Guidetti
Guilherme Guidetti
Guilherme Guidetti, paulista, nascido em São Caetano do Sul no dia 17 de fevereiro de 1994, mas residente de Santo André desde os primeiros dias de vida. A paixão por futebol vem da família, enquanto o gosto por escrever foi herdado do pai, caminhoneiro. Habilidoso com a canhota – exclusivamente segura a caneta na mão –, realiza diariamente o sonho de ficar perto do esporte através do jornalismo. De apresentador de programa de rádio a assessor de imprensa, sua ainda curta carreira na profissão já foi o suficiente para saber que faz aquilo que mais ama – e o faz com a mesma paixão com que joga bola com os amigos.

    Artigos Relacionados

    Topo