Nesse domingo (22), o América recebeu o Macaé no estádio Giulite Coutinho e aproveitou um ataque inspirado para começar bem na seletiva. Apesar de ter criado chances, o time visitante viu os donos da casa vencer na estreia pela primeira vez em três anos e sair na frente na busca pela classificação. Daniel foi um dos destaques da partida marcando dois gols.

1º TEMPO

O time visitante começou melhor e já no início do jogo assustou os mandantes e por pouco não abriu o placar. Após cruzamento de Zambi, Matheus Babi desviou e obrigou Deola a fazer excelente defesa e evitar o gol. Logo depois, Paulo Vitor cruzou e Anderson Kunzel tentou cortar e quase marcou contra. O time americano só conseguiu equilibrar a partida após a parada técnica e na primeira oportunidade que teve, conseguiu abrir o placar. Aos 34 minutos, Rafinha cruzou na medida para Bruno Veiga finalizar de primeira e tirar o zero do placar. Matheus Babi teve a chance de empatar ainda no primeiro tempo, mas Deola fez nova defesa para manter a vantagem do Mecão.

2º TEMPO

A segunda etapa começou como na primeira, com o Macaé buscando o gol. O América chegava pouco no ataque, mas quando atacava era cirúrgico. Aos 19 minutos, quando os visitantes pressionavam, Marquinhos do Sul avançou pela direita e cruzou na cabeça de Daniel, que sem goleiro, mandou para o fundo do gol. A partir daí, o Mecão começou a administrar a partida e ainda teve tempo de marcar um terceiro gol, de novo com Daniel, após bela jogada de Flamel e Rafinha.

O Macaé ainda diminuiu a diferença, após gol de Matheus Babi com boa jogada individual de Luquinha, mas o jogo ficou mesmo no 3×1.

E AGORA?

Com a vitória, o América ocupa a primeira colocação da seletiva, enquanto o Macaé fica na quarta posição. No próximo sábado (28), o América vai a Cardoso Moreira para enfrentar o Americano, enquanto o Macaé recebe o Nova Iguaçu no Moacyrzão, no domingo (29).

Avatar
Celso Junior
Sou Celso Junior, carioca e moro em Rio das Ostras - RJ. Sou pai da Maria Sofia e amante do futebol, esporte o qual vivo desde criança. Sou professor, treinador, e estudo intensamente o futebol em suas diversas áreas.

Artigos Relacionados