Lateral Marlon negocia com América

Os tramites para a contratação do lateral-esquerdo, Marlon, seguem avançados no AméricaMG. A equipe mineira negocia com o Sampaio Corrêa o empréstimo do jogador para reforçar o elenco na temporada de 2021. Sendo assim, o atleta chega para disputar a posição com João Paulo e Lucas Luan.

Durante a temporada de 2020 em sua passagem de Marlon pelo time maranhense, o jogador disputou 22 jogos. Nesse meio tempo, participou de dez vitórias, seis empates, seis derrotas e deu duas assistências.

Marlon Matheus Lopes do Nascimento nasceu em Angra dos Reis (RJ), possui 27 anos e já conquistou uma Copa Verde, dois estaduais da 2ª divisão carioca e um estadual maranhense. Além disso, em sua carreira, passou pelo Madureira, Portuguesa, Cabofriense, AméricaRJ, Luverdense e Bonsucesso.

Desejo do técnico do América

Após a goleada do Coelho sobre a URT pela última rodada da fase de grupo do Mineiro, Lisca confessou desejo na contratação de um atleta para a posição. Assim, o técnico confirmou que uma nova peça irá chegar e justificou o interesse como reforço para a temporada.

“Estamos trabalhando para ter mais um nesta posição e, quem sabe, nessa semana não tenhamos novidade. Tem uma situação bem encaminhada com um jogador da função e estamos aguardando esse complemento do grupo. O João Paulo e o Luan me dão um bom retorno, mas estamos querendo ter 2 ou 3 opções pelo setor, para a gente poder valorizar demais as três competições […]”, declarou.

O treinador também comentou sobre o desgaste físico de João Paulo que o impediu de jogar no início do estadual. Além disso, afirmou que não foi nada grave, mas esboçou preocupação quanto a reclamação do lateral.

“O João não foi nada de grave. Conversei com ele. Não deu uma lesão. O João é um cara experimente e ele me realçou um desconforto e um medo que estourasse por um bom tempo”.

Foto destaque: Divulgação/Sampaio Corrêa

Avatar
Isabella Cunha
Sou de Belo Horizonte, tenho 22 anos, estudo jornalismo na PUC Minas, sou cartoleira e apaixonada por um time aí. Admiro a influência do futebol na vida das pessoas e, claro... na minha! Essa paixão me move, eu vivo por esse sentimento. E viverei. Tanto pessoalmente, como profissionalmente.

Deixe uma resposta