América-MG aumenta lista de desfalques para encarar o Botafogo

A lista de desfalques do América-MG não para de aumentar, e pode contar com nove atletas. Assim, o técnico Vágner Mancini terá que fazer “malabarismos” para escalar de novo o time. Porque, mais dois atletas se lesionaram diante do Tolima, e passam por reavaliação nesta sexta-feira (20). Além disso, o artilheiro da equipe cumpre suspensão após levar cartão vermelho diante do Coritiba.

Desfalques do América-MG

A boa notícia é que Felipe Azevedo cumpriu suspensão diante do Coritiba após ser expulso no clássico com o Atlético-MG. Mas, o time perdeu o seu artilheiro no Brasileirão. A saber, o zagueiro Iago Maidana levou cartão vermelho contra o Coxa. Por isso, terá que ficar de fora diante do Botafogo neste sábado (21).

A situação fica ainda mais complicada porque o zagueiro argentino Germán Conti é dúvida para esse jogo. Ele sentiu dores durante o empate com o Tolima em Ibagué. Por isso, se ele não puder atuar, Vágner Mancini terá que utilizar uma dupla de zaga inédita, escolhendo um novo parceiro para Éder. Outro que sentiu nesse jogo foi o atacante Aloísio “Boi Bandido”.

América-MG
Conti em ação contra o Coritiba (Foto: Divulgação / América FC).

A tendência é que os jogadores que estavam afastados ainda não retornem diante do Botafogo. A saber, alguns deles são considerados titulares no time do América-MG. Em resumo: Juninho (capitão), Wellington PaulistaEveraldo Paulinho Bóia compõe os 11 iniciais de Vágner Mancini. Além disso, outros estão fora também: MatheusinhoJori.

Então, caso sejam as lesões de ContiAloísio confirmadas, a lista de jogadores cortados passa a ter oito nomes. Além disso, contando com a ausência de Iago Maidana, a lista chega a nove.

Vágner Mancini atribui lesões ao calendário

O técnico Vágner Mancini tem que fazer experiências para poder manter o nível da equipe. Mas, ele atribuiu o surto de lesões ao calendário que o América-MG enfrenta.

“Digo sempre nas entrevistas que a gente quer estar em campo. Jogador gosta de jogar. A gente não reclama de entrar e fazer aquilo que todos gostamos. Mas, em algum momento a gente sofre com isso. Hoje foi um jogo que o América teve que usar um pouco da sua formação [divisão de base] em razão da falta de algumas peças. De fato, muito em função do calendário. A gente acabou sofrendo com isso ao longo do jogo.”, comentou Mancini.

Foto destaque: Divulgação / América FC

Caian Oliveira
Minha paixão sempre foi o futebol. Mas, nunca sonhei em ser jogador. Não, meu sonho de moleque era levar o futebol às pessoas através da Comunicação. E aqui estou, realizando meu sonho.