Alguém anotou a placa?

- O Grêmio atropelou o Santos em Porto Alegre, com direito a golaço do capitão Maicon e “olé” da torcida

Em jogo válido pela quarta rodada do Brasileirão, o Grêmio recebeu o Santos em Porto Alegre e não deu chances para os alvinegros praianos. O tricolor gaúcho goleou por 5 x 1, os gols gremistas foram de Everton, Maicon (duas vezes), André e Arthur; Jean Mota descontou para os santistas. Com a vitória, o Grêmio assumiu a 4ª colocação do campeonato, com 7 pontos. O Santos ficou em 16º, mas ainda tem um jogo a menos.

1º tempo

O Grêmio já começou pressionando e logo aos 2 minutos de jogo, o volante Ramiro cobrou falta no canto esquerdo do goleiro Vanderlei que faz boa defesa.

Aos 13 minutos, o Santos tentou no contra-ataque com Sasha, que tocou pra Rodrygo, mas o atacante chutou prensado em Ramiro.

André tem boa chance para os gremistas aos 19 da etapa inicial quando pega bola de primeira após cobrança de escanteio de Ramiro mas a bola passa sobre a meta santista.

Aos 30 minutos o volante Maicon, capitão do time gaúcho, marca um golaço. Ele domina na intermediária e solta uma bomba que acerta o ângulo abrindo o placar na Arena do Grêmio.

Logo na sequência, o Santos reage, Jean Mota bate para o gol da entrada da área, a bola desvia em Kannemann e engana o goleiro Grohe. É o empate dos paulistas vencendo a defesa gremista que não levava gol a mais de 850 minutos.

Aos 35 minutos, o atacante tricolor, Luan, desvia a bola do escanteio cobrado por Ramiro e ela acerta a trave.

Nos acréscimos o Grêmio volta a frente do placar. Aos 46 minutos da etapa inicial, após boa troca de passes dos gaúchos, Everton finaliza e marca o segundo do Tricolor no jogo.

Capitão Maicon comemora golaço (Reprodução/GE)

2º tempo

Os gaúchos voltaram para a segunda etapa na mesma pegada que terminaram a primeira, mostrando que não seria uma noite fácil para os santistas.

Aos 9 minutos o Grêmio ampliou a vantagem em cobrança de falta perfeita do Maicon que fez seu segundo gol na partida, o terceiro do tricolor gaúcho. O goleiro santista nada pode fazer.

Tentando fazer com que o time mudasse de postura, Jair Ventura fez a sua primeira substituição no Santos, tirou o meia Léo Cittadini e colocou o atacante Copete.

O domínio gremista era tanto que aos 20 minutos do segundo tempo a torcida gaúcha já gritava “olé” enquanto o time tocava a bola.

O atacante André transformou a vitória tricolor em goleada. Aos 24 minutos, ele empurra para o fundo do gol. Foi seu último lance no jogo. Logo após o lance, ele saiu para entrada do também atacante Jael.

O técnico santista, Jair Ventura também mexeu, trocou o atacante Gabigol pelo Arthur Gomes.

Aos 30, o Grêmio faz mais uma alteração, sai o lateral esquerdo Bruno Cortez e entra o Marcelo Oliveira pra mesma posição.

Aos 34, mais um gol do Grêmio! Everton faz grande jogada, entra na área do Santos driblando quem viu pela frente, rola para o volante Arthur que domina e bate colocado. Virou passeio dos tricolores gaúchos em Porto Alegre.

Renato gaúcho faz sua última substituição aos 35 minutos, tira Léo Moura e coloca Madson.

Aos 36 quem muda é o Santos. Sai o atacante Rodrygo e entra o meia Vitor Bueno.

Grêmio diminui a intensidade, toca a bola aos sons de “Olé” da torcida até o final do jogo.

Lance da partida (Reprodução/Itamar Aguiar/Lance!)

Próximos compromissos

No meio de semana o Grêmio volta a campo, de novo em casa, na quarta-feira (9) mas dessa vez em jogo válido pela copa do Brasil, contra o Goiás. Já o Santos, que também joga pela Copa do Brasil, enfrenta o Luverdense quinta-feira (10) na Vila Belmiro, em Santos.

Melhores momentos

Janaina Almeida

Sobre Janaina Almeida

Janaina Almeida já escreveu 13 posts nesse site..

mineira, 28 anos, apaixonada por futebol desde os anos 2000 e estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Minas Gerais. Resolvi fazer da paixão pelo esporte a minha profissão. Especialista em defender a festa com fogos e bandeiras nas arquibancadas. Viva o futebol!

BetWarrior


Poliesportiva


Janaina Almeida
Janaina Almeida
mineira, 28 anos, apaixonada por futebol desde os anos 2000 e estudante de Jornalismo da Universidade Federal de Minas Gerais. Resolvi fazer da paixão pelo esporte a minha profissão. Especialista em defender a festa com fogos e bandeiras nas arquibancadas. Viva o futebol!

    Artigos Relacionados

    Comments are closed.

    Topo