Sánchez tem futuro indefinido ainda para esta temporada.

Inter de Milão e Manchester United estão discutindo o futuro de Alexis Sánchez. Dessa forma, o clube italiano, que contratou o atacante em agosto do ano passado, tenta estender seu vínculo de empréstimo até o fim desta temporada. A intenção da Nerazzurri é que o jogador fique na equipe até que se encerrem as competições que ainda disputa (Serie A TIM e Europa League), atrasadas em virtude da pandemia. Entretanto, os Red Devils demonstraram estar desinteressados no negócio.

Segundo La Gazzetta dello Sport, um dos motivos do United não querer ceder o chileno para a Inter, ainda na jornada 2019/20, é o fato de os dois clubes estarem vivos na Liga Europa. Assim, ambos estão nas oitavas de final da competição. O time de Old Trafford espera o jogo da volta contra o LASK Linz, da Áustria, já que venceram a partida de ida por 5 x 0 como visitante. Já a equipe de Milão, que enfrenta o Getafe, da Espanha, ainda não realizou nenhum dos jogos nessa fase. Dessa maneira, pelos italianos terem um dos elencos mais fortes dos que ainda disputam a competição europeia, a diretoria dos Diabos Vermelhos está relutante em liberar o atleta de 31 anos.

Contratado por empréstimo no início da temporada, Sánchez assinou até junho de 2020, mas ainda não despontou com a camisa da Inter. Em 18 jogos desde setembro de 2019, marcou apenas um gol e deu quatro assistências. Apesar do desempenho bem abaixo do esperado, o clube “briga” para que o atacante fique até a conclusão dos campeonatos em vigor. Contudo, o United parece não estar disposto a facilitar as pretensões do time do Giuseppe Meazza.

SEGUNDA CHANCE EM MANCHESTER?

O Manchester United, em janeiro de 2018, desembolsou £ 20 milhões mais o meia armênio Henrikh Mkhitaryan para o Arsenal pela transferência de Alexis Sánchez. Com um salário considerado altíssimo, na casa das £ 450 mil semanais, o chileno chegou com grande expectativa, mas ainda não correspondeu o grande investimento. Desse modo, em 45 partidas pelo United, fez cinco gols e deu nove assistências. Como o atacante possui contrato até junho de 2022, o técnico Ole Gunnar Solskjaer espera dar uma nova oportunidade ao jogador.

Foto destaque: Reprodução/Getty Images

Nestor Ahrends
Estudante de jornalismo (ESPM-Rio). 19 anos. Nascido e criado em Petrópolis-RJ. Apaixonado por futebol e amante de esportes em geral.

Artigos Relacionados