Al-Sadd, time de Xavi, avança às quartas de final da Champions League da Ásia

- Empate por 2 x 2, fora de casa, garantiu a vaga do Al-Sadd na próxima fase; brasileiro Claudemir de Souza marcou um dos gols do eliminado Al-Ahli Jeddah

Al-Sadd, time catariano do qual joga o lendário espanhol Xavi Hernández, visitou o saudita Al-Ahli Jeddah, no jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da Ásia e arrancou um empate, conseguindo avançar às quartas de final da competição. O brasileiro Claudemir de Souza, do time de Jeddah, marcou o gol que abriu o placar, mas não conseguiu ajudar seu time a avançar.

1º tempo

Com os dois times buscando o gol desde o início, não demorou muito para sair o primeiro tento. O artilheiro da AFC Champions League (agora de forma isolada) o argelino Baghdad Bounedjah abriu o marcador logo aos dois minutos de jogo para os visitantes, completando assistência de Y. Aboubaker Essa. Sete minutos mais tarde e o brasileiro Claudemir empatou o jogo, após cobrança de falta de Abdulfattah Asiri, que desviou Ro-Ro, e sobrou para Claudemir cabecear e colocar o Al-Ahli Jeddah de novo na partida.

Baghdad Bounedjah marca o primeiro gol do empate de 2 x 2 com o Al-Ahli Jeddah que deu a classificação às quartas de final da AFC Champions League ao Al-Sadd (Reprodução/DZ Foot)

Ainda no primeiro tempo os anfitriões passaram a frente. Outro erro dos visitantes deu vantagem aos anfitriões seis minutos antes do intervalo. Abdelkarim Hassan tentou desviar e acabou mandando na própria trave e, no rebote, Muhannad Asiri marcou o gol que levava a partida para os pênaltis.

2º tempo

Na etapa final os dois times ainda precisavam correr atrás de seus gols. Ninguém queria ir para os pênaltis. Bastou 15 minutos de segundo tempo jogado para o Al-Sadd empatar o jogo de novo, novamente com Baghdad Bounedjah, agora com nove gols. O argelino cobrou o pênalti e perdeu, mas conseguiu pegar o rebote, colocando a bola no canto inferior direito e deixar tudo igual novamente. Em um jogo equilibrado, com os visitantes jogando de igual para igual com os mandantes, valeu o resultado da primeiro partida.

Baghdad Bounedjah (direita e de preto) marca o gol de empate para o Al-Sadd contra o Al-Ahli Jeddah que garantiu a classificação às quartas de final da AFC Champions League (Reprodução/AFC)

Veja os gols da partida:

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1233 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.

BetWarrior


Poliesportiva


Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo